805kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Álvaro Beleza anuncia candidatura a bastonário da Ordem dos Médicos

Este artigo tem mais de 5 anos

O médico irá candidatar-se ao lugar de bastonário nas próximas eleições de janeiro. Numa mensagem deixada no Facebook, diz que o faz "sobretudo pelos mais jovens que estão pior do que nós".

Álvaro Beleza é diretor do Serviço de Sangue do Hospital de Santa Maria, em Lisboa
i

Álvaro Beleza é diretor do Serviço de Sangue do Hospital de Santa Maria, em Lisboa

Leonardo Negrão / Global Imagens

Álvaro Beleza é diretor do Serviço de Sangue do Hospital de Santa Maria, em Lisboa

Leonardo Negrão / Global Imagens

Álvaro Beleza anunciou este sábado que pretende candidatar-se a bastonário da Ordem dos Médicos (OM) nas próximas eleições de janeiro. Na mensagem deixada no Facebook, o médico e antigo membro da direção do Partido Socialista (PS) admitiu que a decisão foi tomada depois de “prolongada reflexão” e porque o atual bastonário, José Manuel Silva, “decidiu não se candidatar”.

“Mas candidato-me principalmente porque, dada a situação dramática e indigna de muitos — nomeadamente dos mais novos, mas também dos seniores — acho que tenho as condições e aptidões para modernizar a Ordem, para se tornar uma instituição do século XXI, próxima de todos e cada um, e não apenas organização burocrática para onde pagamos quotas caríssimas”, escreveu Beleza, que atualmente dirige o Serviço de Sangue do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

No post publicado no Facebook, o médico especialista em Imuno-Hemoterapia disse que foi “desafiado a sair do” seu lugar de conforto e a “arriscar dando a cara pelos médicos”, mas que o faz “sobretudo pelos mais jovens que estão pior do que nós quando iniciamos a nossa vida clínica”. “Acho revoltante e indigno o que se passa!”, escreveu.

“Aceitei o desafio e sem medo, com independência e com a energia que tenho. Darei tudo por todos os médicos e por cada um, se confiarem o seu voto neste vosso colega! Sei que é difícil, não tenho aparelho nem máquina. Irei, com quem me quiser acompanhar, visitar e falar com os colegas”, apelou Beleza.

Álvaro Beleza irá divulgar o seu programa de campanha “oportunamente”, mas fez questão de frisar na mensagem de que “mais do que papéis”, o seu programa será ele próprio — “com as minhas qualidades e defeitos. Fala por mim o trabalho que fiz ao longo da minha vida…”

Referindo-se ao quadro que escolheu para ilustrar a publicação — The Doctor, do pintor Sir Luke Fildes –, o médico explicou que tem uma cópia consigo desde que entrou para a Faculdade de Medicina do Porto. “Ele traduz tudo aquilo que nós, médicos, devemos ser e que a nossa Ordem deve personificar! Cuidadores e próximos! Este o exemplo que tento seguir e que tenho a certeza é a alma da medicina!“, concluiu.

Álvaro Beleza nasceu a 26 de setembro de 1958, em Lisboa. Estudou medicina na Faculdade Medicina Universidade do Porto e especializou-se em Imuno-Hemoterapia no Hospital Universitário de Coimbra. Foi diretor do Serviço de Sangue Hospital de Évora, entre 1997-2008, e do Laboratório Regional de Saúde Publica do Algarve, entre 2008 e 2010. Foi também presidente do Conselho Diretivo Instituto Português do Sangue e agora dirige o Serviço de Sangue do Hospital de Santa Maria.

Membro do PS, foi secretário nacional do partido, com o pelouro da Saúde, entre 2011 e 2014, e membro da comissão política e da comissão nacional, também em 2014.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€ Apoiar

MELHOR PREÇO DO ANO

Ao doar poderá ter acesso a uma lista exclusiva de benefícios

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€

MELHOR PREÇO DO ANO