Dark Mode 192kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Os melhores momentos da "Festa de Despedida de Labyad"

Este artigo tem mais de 4 anos

Quando o Sporting rescindiu contrato com o futebolista Labyad, os internautas organizaram-lhe uma festa de despedida em pleno Facebook. Já lá vão cinco dias e as piadas ainda não pararam.

45 fotos

Assim que o futebolista Zakaria Labyad rescindiu o contrato que mantinha com o Sporting há quatro anos, os internautas do Facebook decidiram organizar uma festa de despedida para o médio-ofensivo. Toda a gente foi convidada: o São Sebastião garantiu que era desta que aparecia e o Fernando Pessoa levou os amigos todos. Só mesmo Ned Stark, personagem de “A Guerra dos Tronos”, é que não apareceu porque não estava com cabeça.

Coloquemos os pontos nos is. Perante a confirmação da saída de Labyad, a página “Um azar do Kralj” — dedicada aos “cepos e desilusões do futebol português” — decidiu brincar com a situação. Organizou então um evento fictício onde convidou meio mundo para marcar presença na discoteca Main na noite de sábado para domingo. De repente, o evento “Festa de Despedida do Labyad” tornou-se num verdadeiro epicentro de humor (além de 52 mil pessoas terem confirmado a sua presença). A ideia era “rirmos uns dos outros e rirmos com os outros”, como escreveu um dos participantes na página do evento. O fenómeno teve um sucesso tão grande que um dos facebookianos acredita que, daqui a uns anos, todos os jovens que acederam ao evento iriam falar sobre ele aos filhos. “E provavelmente nessa altura o Sporting ainda não ganhou nenhum título”, ironiza. Na verdade, um outro participante diz que nenhum jogador leonino foi visto na festa porque “eles não estão habituados a celebrações”.

Mas a “Festa de Despedida de Labyad” não era só feita de picardias entre clubes. Serviu também para recordar como Portugal se tornou campeão europeu de futebol: houve quem pedisse encarecidamente à organização que não pusesse Rui Patrício à entrada, “senão não entra ninguém”. Até o penteado que Ricardo Quaresma utilizou no último jogo veio de novo à tona: garantem alguns dos utilizadores do Facebook que o “Harry Potter” da seleção portuguesa não foi porque “não valia a pena”.

Futebol à parte, muitos outros assuntos foram abordados sempre com humor: falou-se de religião, de desaparecimentos, de pornografia, de fama e de política. E também se fizeram piadas com desgraças, como terrorismo, crime ou desaparecimentos . Veja as melhores na fotogaleria e muitas outras aqui ou aqui.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.