Apesar de, na história recente, todos os modelos da Bugatti contarem com edições especiais, a marca de superdesportivos francesa assegura não pensar, pelo menos para os tempos mais próximos, na possibilidade de vir a lançar qualquer edição especial do seu mais recente produto, o Chiron.

Em declarações à “Autocar”, responsáveis da Bugatti garantem, inclusivamente, que não está sequer nos planos o lançamento, a breve trecho, de uma versão roadster. A explicação para esta posição, especialmente depois do sucesso alcançado com o Veyron e as suas várias edições especiais – as quais levaram, inclusivamente, a prolongar o período de vida do modelo –, reside na forte procura que as 500 unidades que a marca prevê fazer do Chiron estão a ter. Sendo que, destas, mais de 200, cada uma com um preço base a rondar os 2,4 milhões de euros, têm já proprietário definido.

Apesar da recusa agora manifestada, é bastante provável que a marca francesa de superdesportivos venha, a exemplo do que já aconteceu com o Veyron, a produzir edições limitadas do Chiron. Até como forma de responder à pressão que certamente irá ser feita pelos tradicionais clientes da marca, aos quais agradará a possibilidade de virem a ter na garagem uma versão ainda mais exclusiva do modelo que já possuem.