Um ano depois do debate “collants opacos, sim ou não?” acender um dos velhos dilemas da moda, as meias contra-atacam. Opacas, aos losangos, com efeitos, às cores. O acessório tido como faux pas de qualquer conjunto elegante — ao ponto de a editora de moda do El Mundo dizer, numa noite de oito graus em fevereiro, que a única coisa a usar para uma festa são “pernas ao léu e creme hidratante” — é este outono uma peça statement.

A model presents a creation for fashion house Prada during the Autumn / Winter 2016 Milan Fashion Week on February 25, 2016. AFP PHOTO / GIUSEPPE CACACE / AFP / GIUSEPPE CACACE (Photo credit should read GIUSEPPE CACACE/AFP/Getty Images)

Uma das propostas da Prada para o outono-inverno de 2016. E cá estão eles em todo o seu esplendor: os collants. (Foto: Giuseppe Cacace/AFP/Getty Images)

De malha em Prada, rendados em Burberry, creme em Valentino e vermelhos, amarelos e roxos em Gucci — os collants que se viram nas passerelles esta estação provam que são tudo menos a “tia chata” (expressão do Telegraph) do roupeiro. Num artigo dedicado a este acessório, o jornal britânico defende mesmo que há sete — sete — tipos de collants a usar neste inverno: opacos (é o fim da polémica), de malha (acabou-se o frio), cor de pele (para as mais resistentes), com efeitos (às bolinhas, de renda e até mesmo de rede), pretos semi-transparentes (para deixar adivinhar um pouco das pernas), coloridos (mas não loucos, ou seja, no mesmo tom da roupa, como em Gucci e Valentino) e modeladores (anti-celulite, push up, etc.).

A model presents a creation for fashion house Gucci during the Autumn-Winter 2016 / 2017 Milan Fashion Week on February 24, 2016. / AFP / GIUSEPPE CACACE (Photo credit should read GIUSEPPE CACACE/AFP/Getty Images)

Os looks monocromáticos da Gucci para este outono incluem collants da mesma cor. (Foto: Giuseppe Cacace/AFP/Getty Images)

Há um ano o discurso não podia ser mais diferente, com o também britânico The Guardian a resumir a “pergunta de um milhão de dólares” — quando é socialmente aceitável usar collants opacos? — e a lembrar as fashionistas que têm como código de honra nunca, mas nunca usar meias — nem mesmo sob as temperaturas negativas de Manhattan.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Para elas, para nós e para as friorentas, fica a notícia mais funcional do ano. E não é o fim do mundo em cuecas, é só o inverno em collants.