Rádio Observador

Casa Branca 2016

FBI reabre investigação a Hillary Clinton após descoberta de novos e-mails

415

O FBI anunciou, esta sexta-feira, que vai reabrir a investigação a Hillary Clinton por ter violado as regras de segurança informática quando era Secretária de Estado. Foram descobertos novos e-mails.

Em julho, o diretor do FBI recomendou que não se fizessem acusações criminais contra Clinton

Getty Images

O FBI anunciou, esta sexta-feira, que reabriu a investigação a Hillary Clinton pelo uso do seu ‘e-mail pessoal’ para tratar de assuntos do Governo, quando era secretária de Estado. A agência está a analisar novos e-mails, de acordo com uma carta enviada pelo diretor do FBI, James Comey, aos membros do Congresso norte-americano.

O FBI teve conhecimento da existência de e-mails que parecem pertinentes para a investigação” escreveu Comey ao Congresso. (…) O FBI deve tomar as medidas de investigação adequadas para permitir que os investigadores avaliem esses e-mails, para determinar se eles contém informações secretas, bem como para avaliar a sua importância para a investigação”.

Fontes policiais disseram à CNN que os e-mails descobertos não estão relacionados com o WikiLeaks nem com a Clinton Foundation, sem avançar detalhes sobre o conteúdo dos e-mails. Comey diz que não tem a certeza de quando tempo irá demorar a revisão adicional do caso e garante que o FBI “ainda não pode avaliar se o material é significativo” para a investigação.

Em julho, James Comey recomendou que não se fizessem acusações criminais contra Clinton, apesar das suas práticas de uso do e-mail serem “extremamente descuidadas”, mas agora explica que “os recentes desenvolvimentos” obrigam a um novo olhar. Na altura, os republicanos não ficaram contentes com a posição do FBI e alguns até denunciaram a politização da agência. Comey foi chamado a testemunhar e defender o processo de integridade e decisão da agência.

Trump já reagiu, afirmando que “a corrupção de Hillary Clinton está numa escala que nunca vimos antes. Não podemos deixá-la levar o esquema criminoso para a sala oval“, avança a CNN. A campanha presidencial de Trump recebeu a notícia com entusiasmo.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)