Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O inventor e químico escocês Charles Macintosh nasceu há exatamente 250 anos e a Google decidiu homenageá-lo com um doodle. É que Macintosh, um perfeito desconhecido para muitos, foi o criador do muito útil tecido impermeável, que ainda hoje é usado.

Charles Macintosh nasceu a 29 de dezembro de 1766, na Escócia. Quando tinha 11 anos o seu pai abriu uma fábrica em Glasgow, levando a família consigo. Foi aí que Macintosh começou por trabalhar como empregado de escritório, acabando por desistir da profissão para se dedicar inteiramente à química, a sua grande paixão.

Em 1790, casou-se com Mary Fisher, filha de Alexander Fisher, um mercador de Glasgow, com quem teve um filho, George, nascido no ano seguinte.

https://twitter.com/Googlesdoodle/status/814165210244071425?lang=en

Criativo e inventivo, as suas experiências com nafta, um dos constituintes do alcatrão, levaram a que criasse o tecido impermeável. Ao descobrir que o constituinte era capaz de dissolver a borracha indiana que se encontra nas árvores, Macintosh percebeu que era possível fazer com que os tecidos repelissem a água, intercalando o tecido com dois pedaços de pano.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Macintosh patenteou o seu tecido impermeável em 1823, apesar de, segundo o The Telegraph, alguns terem argumentado mais tarde que James Syme, um cirurgião escocês, era o seu verdadeiro inventor.

Apesar da óbvia utilidade do material, houve quem não ficasse convencido com a invenção. Os alfaiates recusaram-se a usá-lo por temerem que, ao costurá-lo, a água conseguisse entrar pelos pontos. Mas o inventor escocês não estava pronto para desistir e decidiu abrir a sua própria empresa.

Mais tarde, juntou-se a Thomas Hancock (criador de uma máquina capaz de reciclar borracha) para criar uma nova fábrica, que ainda hoje existe. Foi comprada em 1925 pela Dunlop Rubber e, apesar de muitas outras empresas fabricarem impermeáveis, a antiga fábrica de Macintosh e Hancock continua a produzi-los.

Charles Macintosh foi convidado para integrar a Royal Society, em 1823, pelas suas descobertas na área da química. Morreu a 25 de julho de 1843, aos 77 anos.