Boas Festas

Adeptos do primeiro mergulho do ano foram a Carcavelos cumprir a tradição

Praia de Carcavelos recebeu muitos aventureiros que cumpriram a tradição e deram o primeiro mergulho do ano no mar. Entre risos, coragem e algum frio, todos são unânimes: faz bem à saúde.

Miguel A.Lopes/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A praia de Carcavelos, Cascais, recebeu hoje muitos aventureiros que cumpriram a tradição e deram o primeiro mergulho do ano no mar. Entre risos, coragem e algum frio, todos são unânimes: faz bem à saúde.

Com 92 anos, António Santos é o mergulhador mais velho a entrar na água e o que há mais tempo vai a banhos no primeiro dia do ano.

“Faço hoje 75 anos de banhos”, disse orgulhoso à Lusa e fez questão de contar como era aquela tradição quando começou: “tomámos o primeiro banho em 1943 à meia-noite, 44 à meia-noite, 45 à meia-noite. Acabou a guerra. O exército vinha para aqui com projetores e tivemos de mudar para o meio-dia. Largava-se o fogo (foguetes) e ia tudo para a água”.

Mesmo com os termómetros a marcarem seis graus centígrados, António Santos fez questão de cumprir a tradição e fez-se acompanhar pelo bisneto Vicente, de seis anos, que pelo segundo ano também quis ir a Carcavelos.

Frisando que no seu caso o primeiro banho do ano “faz bem” à saúde, António Santos confessou que, um ano em que estava internado, mentiu aos médicos para conseguir sair do hospital e ir à praia.

Trajados com fatos de presidiários, às riscas, José Pedro, Luís Oliveira e Maria Silva já se juntam há três anos para o mergulho do ano.

A escolha daqueles fatos “é uma maneira de dizer que estão presos na sociedade e se querem libertar”, explicou José Pedro.

“E hoje é o dia da libertação, de tomar um banho e de limpar a alma”, acrescentou.

Questionado sobre os benefícios do banho, não hesitou em responder que “dá sorte, faz bem às constipações e limpa a alma”.

“É maravilhoso! Limpa a alma, limpa o espírito, limpa tudo, sai tudo”, afirmou Maria Silva, que desafiou “toda a gente a entrar na água”.

Quem também entrou na água foi Ana Xavier, um das cinco mulheres do grupo “As Formosas” que exibem o típico traje de banho dos anos 1920 com camisola e bermuda de algodão e touca na cabeça.

Por aqui, o principal motivo do mergulho é a saúde: “Nós viemos pela saúde. Não nos constipámos no ano [passado] todo, somos belas e formosas”, resumiu.

A acompanhar o pai nesta aventura, João Lopes, de sete anos, não é novato nestas andanças e “já fez muitos” mergulhos do ano.

Todo molhado e com “pele de galinha”, admitiu que a água estava fria e que tinha frio cá fora. No entanto, assegurou que para o ano vai voltar.

Entre os mergulhadores que se concentram no areal, uns com simples calções de banho outros com roupas mais excêntricas, reina a boa disposição.

Do lado dos curiosos, entre risos e fotografias para registar o momento, ouvem-se elogios à coragem de quem entra na água num dia sem sol e com muito vento e frio.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Cristianismo

O natal, os três reis magos e outras fantasias

Donizete Rodrigues
144

O mito dos três reis magos é apenas uma representação simbólica, um modelo explicativo de grande significado para reforçar a importância de Jesus como salvador e unificador de toda a humanidade

Economia

Produtividade: a culpa é da mão de obra?

Fernando Pinto Santos

De quem é a culpa da baixa produtividade do trabalho em Portugal? Da mão de obra? Sim, mas é só um dos fatores. Falta também maior eficiência dos fatores produtivos e maior capacidade para criar valor

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)