O presidente do PS, Carlos César, foi esta sexta-feira eleito vice-presidente da Internacional Socialista (IS), durante o congresso desta organização, que termina no sábado, em Cartagena, na Colômbia.

Numa nota à comunicação social, o PS refere que Carlos César será o quinto português a integrar o Presidium (o órgão de direção política da IS) como vice-presidente, depois de Mário Soares, António Guterres, José Sócrates e António José Seguro.

António Guterres, atual secretário-geral das Nações Unidas e antigo primeiro-ministro de Portugal, liderou a Internacional Socialista entre 1999 e 2003.

Ainda segundo o PS, a lista do Presidium agora apresentada a sufrágio ao congresso tem 31 elementos, integrando “personalidades do movimento socialista mundial oriundas de todas as regiões do mundo”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Entre os 31 membros do Presidium da IS estão Alfred Gusenbauer (antigo presidente do Partido Social Democrata Austríaco e antigo chanceler da Áustria), Elio di Rupo (antigo chefe de Governo da Bélgica) Carlos Lupi (ex-ministro do Trabalho e do Emprego dos governos Lula da Silva e Dilma Rousseff no Brasil) e Maria Isabel Allende (presidente do Senado do Chile).

Acompanham o líder da bancada socialista neste órgão da IS, entre outros membros, Pia Locatelli (deputada no parlamento italiano e presidente honorária da Internacional Socialista das Mulheres), Javier Fernández (presidente da Junta Geral do Principado das Astúrias e presidente da Comissão Gestora do PSOE) e Julião Mateus Paulo (anterior secretário-geral do MPLA).