O presidente do PS, Carlos César, foi esta sexta-feira eleito vice-presidente da Internacional Socialista (IS), durante o congresso desta organização, que termina no sábado, em Cartagena, na Colômbia.

Numa nota à comunicação social, o PS refere que Carlos César será o quinto português a integrar o Presidium (o órgão de direção política da IS) como vice-presidente, depois de Mário Soares, António Guterres, José Sócrates e António José Seguro.

António Guterres, atual secretário-geral das Nações Unidas e antigo primeiro-ministro de Portugal, liderou a Internacional Socialista entre 1999 e 2003.

Ainda segundo o PS, a lista do Presidium agora apresentada a sufrágio ao congresso tem 31 elementos, integrando “personalidades do movimento socialista mundial oriundas de todas as regiões do mundo”.

Entre os 31 membros do Presidium da IS estão Alfred Gusenbauer (antigo presidente do Partido Social Democrata Austríaco e antigo chanceler da Áustria), Elio di Rupo (antigo chefe de Governo da Bélgica) Carlos Lupi (ex-ministro do Trabalho e do Emprego dos governos Lula da Silva e Dilma Rousseff no Brasil) e Maria Isabel Allende (presidente do Senado do Chile).

Acompanham o líder da bancada socialista neste órgão da IS, entre outros membros, Pia Locatelli (deputada no parlamento italiano e presidente honorária da Internacional Socialista das Mulheres), Javier Fernández (presidente da Junta Geral do Principado das Astúrias e presidente da Comissão Gestora do PSOE) e Julião Mateus Paulo (anterior secretário-geral do MPLA).