A atravessar uma fase particularmente excitante da sua história, o pequeno fabricante sueco de superdesportivos Koenigsegg marca presença no próximo Salão Automóvel de Genebra, que abre portas já amanhã, com o seu primeiro modelo de produção em série, o Regera em duas variantes, e uma edição especial do famoso Agera, denominada RS Gryphon. Esta última foi construída à medida de um cliente que, ao contrário do que é habitual, fez questão de assumir-se como o proprietário do superdesportivo.

Trata-se de um milionário americano de origem iraniana, com império construído no sector do imobiliário, chamado Manny Khoshbin. O qual, ao que tudo indica, tendo já encomendado uma das novas supermáquinas da Koenigsegg, decidiu partilhar no Instagram o automóvel com que passará a deslocar-se. E porquê o motivo de orgulho? É que o RS Gryphon exibe inclusivamente revestimentos em folha de ouro de 24 quilates…

Manny Khoshbin

Recorde-se que o pequeno fabricante sueco de superdesportivos deu início, em 2016, à produção de uma série de edições especiais do seu modelo Agera RS, contribuindo assim para o recuperar da felicidade de clientes que não tinham tido oportunidade de garantir uma unidade do exclusivo One:1, pois foram produzidas apenas sete unidades deste supercarro.

No entanto, o facto de o Agera RS Gryphon beneficiar da mesma variante do V8 5,0 litros que equipa o One:1, com 1.360 cv e 1.371 Nm de binário, e ser construído quase só em fibra de carbono, permite-lhe garantir um rácio de peso/potência muito parecido ao do “irmão” (ainda) mais exclusivo, ou seja, a rondar o 1 cv por kg.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As maiores diferenças surgem não só tejadilho, que no Gryphon é removível e pode ser arrumado, quando não em uso, mas principalmente na aplicação de folhas de ouro de 24 quilates nalguns dos elementos do habitáculo. Sendo que a marca propõe inclusivamente um capacete para momentos de maior adrenalina, também ele com aplicações em folha de ouro!

A par deste Agera RS Gryphon, a Koenigsegg tem ainda previsto a apresentação em Genebra de outra importante novidade: o primeiro Regera na versão para clientes. O modelo, do qual a marca pretende apresentar duas interpretações em Genebra, surgirá tanto como descapotável, numa cor British Racing Green e interior em pele castanha, como numa variante integral em vermelho mais “aceso”, com habitáculo revestido a pele de cor escura.

No momento do anúncio destes novos carros, a empresa de Christian von Koenigsegg revelou ainda que praticamente todas as 80 unidades do Regera estão já vendidas. Facto que obrigou o fabricante a duplicar, desde o Verão de 2015, a sua força laboral – neste momento, fixada em 135 trabalhadores.