Começou com mais de duas horas de atraso e ninguém arredou pé. Haja paciência! A terceira paragem no tour de apresentação do ‘Combate do Século’, entre Floyd Mayweather e Conor McGregor, foi em Brooklyn, Nova Iorque. Voltou a ter casa cheia, claro. Durante o dia, o irlandês já tinha dado nas vistas por andar de tronco nu a fazer compras pela Quinta Avenida, trazendo de lá um longo casaco da Gucci com que se apresentou na conferência.

Mayweather-McGregor. Carros topo de gama, jatos privados, maços de notas e a ‘panca’ dos animais exóticos

Houve mais espetáculo, uns quantos números de variedade, muito trash talk. Chegou ao fim e pensamos: mas porque raio se dá tanta atenção a um futuro combate de boxe que, nesta altura, não passa de um mero show de entretenimento? Fizemos uma volta pela imprensa internacional e continuámos com essa questão por responder. Ainda que, verdade seja dita, nenhum jornal passa ao lado com diferentes ângulos.

São só alguns exemplos (sem olhar para publicações desportivas). E outros, como o The Guardian (que fez liveblog da primeira conferência de imprensa, pasme-se), o The Times of India ou o Wall Street Journal, falaram das primeiras conferências, sobretudo na que se realizou em Los Angeles.

Rendidos às evidências, fomos ver o que se passou de novo na terceira paragem do tour de apresentação. E houve duas grandes novidades em relação às conferências de Los Angeles e Toronto: McGregor deixou o fatinho feito à medida por um longo casaco da Gucci bem aberto para mostrar as inúmeras tatuagens no peito e Mayweather agarrou numa mala e atirou dezenas e dezenas de notas de um dólar para o ar na direção do irlandês.

https://twitter.com/SInow/status/885683948625461248

Mas engraçado, engraçado foi a forma como McGregor, quando ia em direção de Mayweather para lhe dar um encosto (Dana White, presidente da UFC, deu ordens expressas ao lutador de MMA para não tocar no americano em nenhuma das conferências…), acabou por juntar-se ao adversário para tirarem uma selfie.

Mayweather-McGregor. Sem bandeira, sem dinheiro e sem presidente: Trump falha ‘Combate do Século’

No entanto, nem tudo foi simpático. E já depois de um toque agressivo de McGregor com o ombro em Mayweather (daqueles que se dão a morder a língua, como quem pede qualquer coisa mais), foram os guarda-costas de ambos que fizeram a festa, empurrando-se e ameaçando-se quando foram separar os dois atletas.

https://www.youtube.com/watch?v=rdhHvA_VMyM

No final, até os guarda-costas de Mayweather passaram pela zona mista e deram entrevistas. Aqui, dá mesmo para tudo. O ‘Combate do Século’ realiza-se apenas a 26 de agosto mas qualquer encontro de Mayweather e McGregor é notícia em todo o lado. Por mais nonsense que às vezes possa parecer. E a próxima paragem é em Londres, no dia em que o irlandês faz 29 anos. Vai ser notícia, de certeza.