Ainda falta mês e meio para o ‘Combate do Século’, as conferências de imprensa ainda vão a metade, mas todas as conversas já começam a entroncar nos bilhetes para a T-Mobile Arena, em Las Vegas. E parece que existem dois lugares na primeira fila que ficarão vazios: Donald Trump, um habitué destas andanças, não deverá repetir a presença com a mulher no combate entre Floyd Mayweather e Conor McGregor, como aconteceu no duelo que opôs o pugilista americano e o filipino Manny Pacquiao, em maio de 2015.

Quem o diz é Dana White, presidente do UFC (Ultimate Fighting Championship) e amigo pessoal do presidente dos EUA, nos bastidores da segunda apresentação do combate, em Toronto. “Por acaso tem graça que me perguntem sobre o presidente Trump, porque me ligaram ontem. Não acredito que venham mas vão estar a ver o combate. De certeza, 100%, que gostaria de vir. Mas ele sente que vai arruinar o evento se aparecer porque os Serviços Secretos terão de ficar no espaço, fechar ruas e criar um tráfego louco“, comentou.

Mayweather-McGregor. Carros topo de gama, jatos privados, maços de notas e a ‘panca’ dos animais exóticos

O espetáculo, esse, continua. Porque estes encontros entre Mayweather e McGregor, os dois atletas mais excêntricos da atualidade, são mais entretenimento do que outra coisa: mais uma vez, perante milhares de fãs, insultaram-se, provocaram-se, mas tiveram sempre elementos dos staffs a meterem-se no meio de ambos.

O grande episódio da última madrugada acabou por envolver uma bandeira e um saco de dinheiro. Expliquemos: a certa altura, Mayweather pediu uma bandeira da Rep. Irlanda ao público, agarrou nela e colocou-a às costas; McGregor deixou um aviso (“se fazes alguma coisa a essa bandeira, dou cabo de ti”) e roubou a mochila do dinheiro que acompanha sempre o americano. “Só tens aqui cinco mil dólares? O que é isto? Só volto a devolver isto quando me deres a bandeira”. Mayweather deu, um assistente do americano foi buscar a mochila sem dar nas vistas e McGregor atirou a bandeira irlandesa à cara do adversário.

https://www.youtube.com/watch?v=XOWW1t1TU5Y

Próxima paragem: Brooklyn, Nova Iorque. Paragem final: Londres. O ‘Combate do Século’ realiza-se apenas a 26 de agosto, em Las Vegas, mas ainda muito vai acontecer até lá.