Rádio Observador

Conselho de Estado

Juncker “honrado” por participar no Conselho de Estado, onde quer “acima de tudo ouvir”

125

"Isto é bem mais do que um gesto muito significativo de cortesia pessoal", disse o presidente da Comissão Europeia sobre o convite que lhe foi dirigido em julho passado pelo Presidente da República.

PATRICK SEEGER/EPA

O presidente da Comissão Europeia manifesta-se “honrado” pelo convite para participar no Conselho de Estado da próxima segunda-feira, onde irá “partilhar” as suas ideias sobre o futuro da Europa, “mas acima de tudo ouvir” as dos portugueses.

Em entrevista à Lusa, Jean-Claude Juncker disse ter noção do “quão importante é o Conselho de Estado enquanto órgão de aconselhamento para o Presidente da República Portuguesa”, pelo que sabe “o quão excecional é para um não-português ser convidado para uma das suas reuniões”.

“Sinto-me honrado pelo convite que me foi dirigido pelo meu amigo de longa data Marcelo (Rebelo de Sousa), mas isto é bem mais do que um gesto muito significativo de cortesia pessoal”, disse, a propósito do convite que lhe foi dirigido em julho passado pelo Presidente da República.

Para Juncker, há vontade de “discutir o futuro da Europa, e neste momento esse debate é muito mais do que meramente académico”, face aos muitos desafios que a União Europeia enfrenta, e “isso mostra como Portugal está comprometido e empenhado com o processo de construção europeia”, algo de que “nunca teve dúvidas”, sublinhou.

“Portugal não foi membro fundador da União, mas a Europa deve imenso a Portugal: no seu papel de impulsionar a onda de democratização que varreu o sul da Europa, tornando essa transição para a democracia irreversível ao ancorá-la no projeto europeu, e em cada passo importante dado pela Europa desde a adesão de Portugal em 1986”, disse.

O presidente do executivo comunitário defende que, “agora, mais do que nunca, é crucial que Portugal, com o seu Presidente, Governo, parlamento e instituições, permaneça uma força motora para a Europa”.

“Estarei em Portugal para partilhar os meus pensamentos e ideias, mas acima de tudo vou lá para ouvir; para ouvir o Presidente e os seus conselheiros, para ouvir o Governo e também para ouvir o povo e os jovens que irei encontrar em Coimbra, onde na terça-feira será distinguido com o grau de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Coimbra, numa cerimónia cujo apresentante será Marcelo Rebelo de Sousa.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Liberalismo

De onde vem a riqueza?

Telmo Ferreira

A riqueza vem das instituições políticas e económicas que permitem uma sociedade pluralista que consiga aproveitar todos os benefícios da liberdade individual e económica.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)