A partir desta segunda-feira passou a ser possível subscrever e resgatar instrumentos de poupança em algumas lojas do cidadão, desde que os aforrafores tenham contas-aforro já existentes com registo atualizado de IBAN e morada.

A novidade, que faz manchete no Público esta terça-feira, Dia Mundial da Poupança, foi transmitida pelo IGCP na segunda-feira, num aviso que contém as lojas do cidadão em que este serviço vai estar disponível.

Com o objetivo de melhorar o atendimento relacionado com os Certificados de Aforro e Certificados do Tesouro, já hoje é possível, num conjunto de Espaços Cidadão, realizar operações de subscrição e resgate em tempo real dos Certificados de Aforro da série E e/ou Certificados do Tesouro”.

Eis as lojas em que vai ser possível subscrever e resgatar certificados, sendo que para este tipo de operações o horário de abertura termina às 18h (mesmo nos casos em que a loja do cidadão só fecha mais tarde).

Até agora, os produtos de aforro do Estado apenas podiam ser subscritos (ou resgatados) através dos balcões dos CTT ou, em alternativa, pela plataforma online AforroNet.