Óscares

Óscares 2018: o gesto de Jennifer Lawrence de que todos estão a falar

266

A decisão de Jennifer Lawrence de ir por um 'atalho' para o seu lugar, no Dolby Theatre, está a dar que falar. Uma tarefa um tanto ou quanto arriscada, tendo em conta o historial de quedas da atriz.

Jennifer Lawrence passou por cima de uma cadeira para chegar ao seu lugar

Kevin Winter/Getty Images

Jennifer Lawrence já é conhecida pelas suas atitudes irreverentes e como se a passagem pela passadeira vermelha, antes de entrar no Dolby Theatre, não tivesse sido suficiente, a atriz voltou a protagonizar um momento que está a dar que falar.

Jennifer Lawrence decidiu falar com Meryl Streep, Salma Hayek e Woody Harrelson e, quando chegou a hora de ir para o seu lugar, resolveu ir ‘por um atalho’: levantou ligeiramente o vestido e passou a perna direta por cima de uma cadeira. Tudo isto com um copo de vinho branco na mão.

Uma tarefa um tanto complexa e arriscada, tendo em conta o vestido comprido, os saltos e o historial de quedas em cerimónias dos Óscares — a caminho do palco em 2013 e à chegada da passadeira vermelha no ano seguinte — , mas que a atriz executou com proeza.

(Kevin Winter/Getty Images)

Lawrence, que venceu o Óscar de Melhor Atriz em 2013 com o filme “Guia para um Final Feliz”, não estava nomeada para nenhuma categoria, mas apresentou o Óscar de Melhor Atriz com Jodie Foster. Um prémio que deveria ter sido entregue por Casey Affleck, que no ano passado venceu o Óscar de Melhor Ator com o filme “Manchester by the Sea”, mas o ator decidiu não ir à cerimónia.

A atriz de filmes como “Despojos de Inverno”, “The Hunger Games”, “Golpada Americana” e “A Agente Vermelha” anunciou recentemente que vai fazer uma pausa de um ano na sua carreira para se dedicar à organização Represent.Us., que promove leis anti-corrupção.

[Veja no video os 5 momentos mais marcantes da cerimónia]

“Vou andar a viajar, a tentar fazer com que os jovens se envolvam politicamente, a nível local”, afirmou Lawrence numa entrevista à CNN.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rporto@observador.pt
Governo

Porque não houve remodelação na educação?

José Ferreira Gomes

Em 2017 acabaram o secundário 75 615 alunos de uma coorte de perto de 120 000! É um escândalo que devia ter toda a atenção do ministério e levar à demissão de um ministro que nem reconhece o problema.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)