O secretário de Estado britânico para o Comércio Internacional anunciou na quarta-feira que o seu Governo vai desembolsar dois mil milhões de libras (2,9 mil milhões de euros) para o setor privado em Moçambique, indica esta quinta-feira a presidência moçambicana.

Liam Fox anunciou a promessa do executivo britânico durante um encontro com o chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, refere-se no portal na Internet da Presidência da República de Moçambique. O montante que será investido no setor privado em Moçambique faz parte de uma verba de 20 mil milhões de libras (22,9 mil milhões de euros) que o Reino Unido vai canalizar para África.

No encontro, Fox assegurou a Filipe Nyusi o encorajamento do empresariado do Reino Unido para apostar em investimentos em Moçambique.

O setor privado do Reino Unido está disposto a aproveitar as oportunidades de negócios em Moçambique, que aumentaram com a descoberta de gás natural no país africano, além da exploração de areias pesadas e carvão mineral, acrescentou o secretário de Estado para o Comércio Internacional.

Filipe Nyusi e Liam Fox também abordaram o potencial de Moçambique no turismo e agronegócio, bem como a possibilidade de cooperação na educação.

Por seu turno, o ministro da Indústria e Comércio de Moçambique, Ragendra de Sousa, afirmou que o setor privado nacional deve aproveitar as vantagens que serão geradas pelo apoio financeiro britânico ao setor privado, através de parcerias com os empresários daquele país europeu. O chefe de Estado moçambicano encontra-se em Londres na Cimeira da Commonwealth, organização da qual Moçambique faz parte.