Uma nave aeroespacial japonesa lançou um aparelho de observação franco-germano que deve ficar instalado no asteroide Ryugu para o estudo sobre as origens do sistema solar, foi esta quarta-feira anunciado em Tóquio.

De acordo com a Agência de Exploração Espacial do Japão, o aparelho de observação Mobile Asteroid Surface Scout (MASCOT) foi transportado e projetado pela nave japonesa Hayabusa2.

A nave aeroespacial japonesa esteve a uma distância de 50 metros de Ryugu tendo lançado para a superfície do asteróide o aparelho que tem a forma de uma caixa. A nave Hayabusa2 esteve estacionada na órbita do asteróide, a 280 milhões de quilómetros da Terra, no passado mês de junho.

O lançamento que foi anunciado esta quarta-feira segue-se à projeção, em agosto, de dois outros aparelhos observação (MINERVA — II1) de observação e que tinham capacidade de movimento.

A autonomia do MASCOT permite um funcionamento durante um período de 16 horas em que vai transmitir informações, incluindo dados sobre temperatura e características minerais.