Rússia

Portugal e Rússia assinaram roteiro para desenvolvimento económico

Pedro Siza Vieira, e o ministro do Desenvolvimento Económico da Federação Russa, Maxim Oreshkin, copresidiram à VII Comissão Mista de Cooperação Económica-Técnica, tendo assinado o roteiro.

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira.

ANDRÉ KOSTERS/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

Portugal e Rússia assinaram esta sexta-feira um roteiro para a dinamização da cooperação, que inclui ações para a promoção do aumento do comércio de bens e serviços, anunciou o gabinete do ministro Adjunto e da Economia de Portugal.

“Ao abrigo deste roteiro vai promover-se um reforço das relações bilaterais entre os dois países, designadamente no alargamento do quadro jurídico da cooperação económica e comercial, na dinamização da cooperação económica, comercial e de investimento, no reforço da inovação na interação económica e comercial entre Portugal e Rússia, nas infraestruturas e transportes, nas energias renováveis e na indústria”, refere a nota de imprensa.

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, e o ministro do Desenvolvimento Económico da Federação Russa, Maxim Oreshkin, copresidiram à VII Comissão Mista de Cooperação Económica-Técnica, tendo assinado o roteiro.

Segundo a mesma nota, “entre as ações propostas para o período 2018-2020 está a promoção do aumento do comércio de bens e serviços entre a Rússia e Portugal e os fluxos turísticos”.

Citado na mesma nota, Pedro Siza Vieira refere que este roteiro “é um impulso importante para dinamizar as relações económicas entre Portugal e a Rússia”.

“Neste momento, a Rússia é o nosso 36.º principal mercado para exportações, pelo que as relações comerciais têm grande margem de progressão”, adianta o ministro português.

O governante realçou ainda que “Portugal é um país com recursos altamente qualificados e com produtos de alta qualidade e tecnologicamente avançados”, dizendo esperar que “este acordo possa estimular um maior investimento russo” no país.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Educação

Aprendizagem combinada: o futuro do ensino

Patrick Götz

Só integrando a tecnologia na escola se pode dar resposta às necessidades do futuro, no qual os futuros trabalhadores, mesmo que não trabalhando na indústria tecnológica, terão de possuir conhecimento

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)