Em termos práticos, havia apenas um grande jogo no último dia da fase de grupos da Liga dos Campeões, na receção do Shakhtar ao Lyon na Ucrânia, porque era aí que se concentrava a última decisão em torno dos 16 qualificados para a ronda seguinte; de resto, quatro equipas lutavam ainda pelo primeiro lugar, sabendo que já estavam apuradas para os oitavos da competição. E atento a tudo isso estava o FC Porto, que ficava a conhecer os últimos três adversários em sete com quem se pode cruzar na primeira eliminatória a eliminar, cujo sorteio se realiza apenas na próxima segunda-feira.

Esta terça-feira, os dragões conheciam já quatro dos sete possíveis adversários, quiçá os mais complicados no plano teórico que poderão encontrar: Liverpool, Tottenham, Atl. Madrid e Roma; esta noite, juntaram-se ao lote Manchester United, Ajax e Lyon. Ou seja, três conjuntos da Premier League, dois conjuntos que estiveram nas últimas eliminatórias em edições recentes da Champions, o carrasco do Benfica na fase de grupos e a confirmação francesa que evitou que Paulo Fonseca fizesse história ao conseguir pela primeira vez qualificar a formação de Donetsk em duas épocas consecutivas para a fase a eliminar.

Em paralelo, de depois de um autêntico jogo de loucos em Amesterdão que terminou com um empate a três depois de duas reviravoltas, o FC Porto ficou mesmo como a melhor equipa da fase de grupos com 16 pontos, mais dois do que Barcelona e Bayern. Ainda assim, os bávaros conseguiram segurar in extremis a primeira posição do grupo. Esta foi também a primeira edição em que os azuis e brancos terminaram com a melhor pontuação de uma equipa na fase de grupos – em 1996/97, quando também conseguiram 16 pontos, partilharam esse registo máximo com a Juventus (que chegaria à final).

Marega foi fundamental na qualificação do FC Porto, marcando em cinco jogos consecutivos pelos dragões (BULENT KILIC/AFP/Getty Images)

O resumo do sorteio da próxima segunda-feira é o seguinte:

Cabeças de série nos oitavos da Champions: Barcelona, Real Madrid (Espanha), Bayern, B. Dortmund (Alemanha), PSG (França), FC Porto (Portugal), Juventus (Itália) e Manchester City (Inglaterra)

Não cabeças de série nos oitavos da Champions: Tottenham, Liverpool, Manchester United (Inglaterra), Roma (Itália), Atl. Madrid (Espanha), Schalke 04 (Alemanha), Ajax (Holanda) e Lyon (França)

Cabeças de série nos 16 avos da Liga Europa: Nápoles, Inter (Itália), Valencia (Espanha) e Benfica (Portugal)

Não cabeças de série nos 16 vos da Liga Europa: Viktoria Plzen (Rep. Checa), Galatasaray (Turquia), Club Brugge (Bélgica) e Shakhtar Donetsk (Ucrânia)

Fora das provas europeias: Lokomotiv Moscovo, CSKA Moscovo (Rússia), Mónaco (França), PSV (Holanda), Estrela Vermelha (Sérvia), AEK Atenas (Grécia), Hoffenheim (Alemanha) e Young Boys (Suíça)

CSKA Moscovo fez história no Santiago Bernabéu mas não evitou eliminação das competições europeias (Denis Doyle/Getty Images)

As classificações finais desta fase de grupos da Liga dos Campeões 2018/19 foram as seguintes:

Grupo A: B. Dortmund (13 pontos), Atl. Madrid (13), Club Brugge (6) e Mónaco (1)

Grupo B: Barcelona (14), Tottenham (8), Inter (8) e PSV (2)

Grupo C: PSG (11), Liverpool (9), Nápoles (9) e Estrela Vermelha (4)

Grupo D: FC Porto (16), Schalke 04 (11), Galatasaray (4) e Lokomotiv Moscovo (3)

Grupo E: Bayern (14), Ajax (12), Benfica (7) e AEK Atenas (0)

Grupo F: Manchester City (13), Lyon (8), Shakhtar Donetsk (6) e Hoffenheim (3)

Grupo  G: Real Madrid (12), Roma (9),Viktoria Plzen (7) e CSKA Moscovo (7)

Grupo H: Juventus (12), Manchester United (10), Valencia (8) e Young Boys (4)