O Natal é tão incontornável, para a civilização ocidental, quanto o Pai Natal. Especialmente, para os mais novos. Tudo gira em seu redor, pelo que até aos fabricantes de automóveis não se conseguem aliar do evento, concentrando-se mesmo em explorá-lo.

Consciente que a população não pára de aumentar e cada vez há mais crianças a quem entregar presentes, a Dodge decidiu dar uma mão. Ou melhor, um carro, que assegure uma mais célere entrega de prendas. E daí o Dodge Challenger SRT Hellcat Redeye, cujo V8 sobrealimentado é capaz de entregar 808 cv, o que o transforma num dos superdesportivos mais exuberantes do momento, especialmente nos EUA.

Para estar devidamente capacitado a servir o Pai Natal, o Challenger SRT tinha de possuir algumas especificações apropriadas a deslizar pela neve e gelo, qual trenó puxado por renas. Daí que a Dodge tenha concebido uma versão com patins, apta a deslocar-se por cima da neve, em vez de se afundar nela. Contudo, o construtor americano nunca explicou como é que o Dodge iria aplicar a sua imensa potência.

O Challenger SRT Hellcat Redeye – partindo do princípio que o Pai Natal não vai ficar chocado por conduzir um veículo que na denominação tenha “gato do inferno” –  monta, além dos patins laterais de trenó, quatro saídas de escape de cada lado, sem portas laterais e com um tejadilho tipo targa, certamente para facilitar a entrada do seu volumoso condutor com o enorme saco de presentes às costas. Mas o melhor é ver o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=bIu7xyjkJn4