Depois de Lisboa, as trotinetes elétricas da VOI chegaram esta segunda-feira a Faro, com 100 veículos disponíveis numa fase inicial, confirmou ao Observador fonte da empresa sueca. Trata-se da primeira empresa de mobilidade que disponibiliza o seu serviço a mais do que uma cidade portuguesa.

À semelhança dos restantes serviços, o aluguer das trotinetes tem um preço fixo de um euro para desbloquear o veículo, sendo depois contabilizados 15 cêntimos por cada minuto de utilização. Para iniciar a viagem numa trotinete, o utilizador apenas precisa de ter a app da VOI e fazer o scan do código QR.

Em comunicado, Frederico Venâncio, diretor-geral da VOI para Portugal e Espanha, salientou o apoio e o diálogo com a autarquia: “O apoio da Câmara Municipal de Faro foi fundamental para assegurar que as VOIs são colocadas nos locais onde são mais necessários”, referiu, acrescentando que a oferta não serve apenas para os moradores da cidade “mas também para os estudantes da Universidade do Algarve e para os milhares de turistas que a cidade recebe todos os anos”.

Faro é a segunda cidade portuguesa em que operamos e a 12.ª a nível global, o que demonstra não apenas o compromisso da cidade para com a sustentabilidade ambiental mas também a importância dos veículos elétricos para uma mudança positiva”, referiu ainda Frederico Venâncio.

Já para Rogério Bacalhau, presidente da Câmara Municipal de Faro, a expectativa é a de que “estes novos projetos de mobilidade partilhada venham a representar um primeiro passo no sentido do desenvolvimento sustentado do concelho”.

Fundada no verão de 2018, a VOI foi a primeira startup europeia a investir neste tipo de mobilidade, estando já presente em 11 cidades da Europa, depois de receber um investimento de cerca de 50 milhões de euros para expandir no mercado. Em Portugal, concorre diretamente com a Lime, as Hive, a Bungo, a Tier e as portuguesas Iomo.

Trotinetes elétricas da VOI recebem 50 milhões em investimento para chegar a Portugal