Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Fernando Araújo, ex-secretário de Estado Adjunto e da Saúde, vai liderar o Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário de S. João, no Porto, avançou o Expresso. António Oliveira e Silva, o atual diretor do hospital, está de saída depois de ter dito que não queria ser reconduzido no cargo em dezembro. Foi a própria ministra da Saúde, Marta Temido, que convidou Fernando Araújo para liderar o S. João. A nomeação será formalizada em Conselho de Ministros.

Fernando Araújo é medico doutorado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e, graças à especialização em imunoterapia, foi diretor dessa serviço no Hospital de S. João, a principal unidade hospitalar do norte do país. Além disso, esteve também na Administração Regional de Saúde do Norte como vice-presidente do conselho de administração e, mais tarde, como presidente do organismo gestor da saúde no Norte.

O ex-secretário de Estado, que abandonou o governo em outubro quando Adalberto Campos Fernandes foi afastado do ministério da Saúde, participou na criação do programa de cirurgia de ambulatório, que permite aos pacientes que passaram por cirurgias ir mais cedo para casa e serem menos expostos a possíveis infeções, recorda o Expresso. Passou também pela Comissão Nacional de Luta Contra a Sida e fez parte da rede referenciação hospitalar de imunoterapia.

Marta Temido fez o convite a Fernando Araújo há duas semanas, mas o ex-secretário de Estado só respondeu no início desta semana. Segundo o Público, Fernando Araújo contribuiu para o aumento de médicos dentistas, nutricionistas e psicólogos nos hospitais graças a uma equipa da Coordenação Nacional para a Reforma dos Cuidados de Saúde Primários. E assina mais de 200 artigos publicados em revistas científicas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR