Rádio Observador

Abusos na Igreja

Cardeal George Pell afastado de vez da Secretaria para a Economia do Vaticano

George Pell foi considerado culpado de cinco crimes de abuso sexual de dois menores. O cardeal australiano é agora afastado das finanças do Vaticano.

O cardeal foi considerado culpado de cinco crimes de abuso sexual de dois menores.

AFP/Getty Images

O cardeal australiano George Pell, que foi acusado de abuso sexual de menores, foi afastado permanentemente do cargo de Prefeito da Secretaria da Economia do Vaticano. A decisão foi anunciada esta terça-feira à noite pelo porta-voz do Vaticano, Alessandro Gisotti, no Twitter:”Posso confirmar que o cardeal George Pell não é mais o Ministro para a Economia do Vaticano”.

O cargo de tesoureiro é a terceira posição mais poderosa do Vaticano. George Pell foi escolhido pelo Papa Francisco para gerir as finanças do Vaticano em 2014 e era um dos seus conselheiros mais próximos.

Em junho de 2017, o cardeal australiano foi formalmente acusado pelas autoridades australianas por ter cometido crimes sexuais. Esta segunda-feira, Pell foi considerado culpado de cinco crimes de abuso sexual de dois menores, cometidos há mais de 20 anos na Catedral de São Patrício, em Melbourne.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: iameixa@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)