O jogo não correu de feição ao FC Porto. O expoente máximo disso é, obviamente, a derrota frente ao rival, que deixa agora o Benfica em primeiro lugar com dois pontos de vantagem. Mas houve mais motivos de tristeza e preocupação para os adeptos portistas depois do jogo desta noite, em especial para o guarda-redes do FC Porto, Iker Casillas: depois do clássico deste sábado, San Iker deixa a liderança de guarda-redes com melhor média de golos sofridos das principais ligas europeias, levando também o seu clube a baixar da liderança no mesmo indicador.

Com os dois golos sofridos na partida desta noite – um por João Félix e outro por Rafa – o FC Porto e Iker Casillas foram agora batidos por 14 vezes em 24 jogos disputados, o que dá uma média de 0,58 golos sofridos por jogo. Antes do pontapé de saída, os dragões e o seu guarda-redes tinham sofrido 12 golos em 23 golos, com média de 0,52 golos consentidos por partida. O certo é que Casillas e o FC Porto continuam a ser o clube com menos golos sofridos das principais ligas europeias, mas perderam a liderança na média de golos sofridos por partida.

O motivo prende-se com o facto de o PSG ter sofrido apenas um golo na vitória deste sábado por 2-1 frente ao Caen. A dupla Buffon/Areola sofreu agora 15 golos em 26 jogos, o que dá uma média de 0,57 golos por partida. Mas não foram apenas os franceses que condenaram Iker Casillas a baixar da liderança, visto que esta agora é ocupada por AlissonBecker e o seu Liverpool, que sofrendo 15 golos em 27 jogos detém a liderança com uma média de 0,55 golos sofridos por jogo. O espanhol e o FC Porto ocupam então agora a terceira posição em termos de média de golos sofridos por jogo, mas permanecem como clube menos batidos das principais ligas europeias.

Isto num jogo que até costuma correr de feição ao antigo guarda-redes do Real Madrid: com a derrota desta noite, Iker Casillas perde pela primeira vez frente ao Benfica no Estádio do Dragão. Na presente temporada, o guardião espanhol já tinha sido derrotado pela primeira vez em termos absolutos frente aos encarnados, no jogo da primeira volta, duplicando agora o registo. Assim, desde que chegou ao Dragão e para o Campeonato, Iker Casillas já venceu o Benfica por três vezes, empatou duas vezes e, depois deste sábado, perdeu também por duas vezes com os rivais de Lisboa. No total são sete jogos e seis golos sofridos, com uma média de 0,86 golos sofridos por jogo.