Família

Como dar banho a um bebé

Ao contrário de si, o seu bebé pode não tomar banho todos os dias. Enquanto ele não tem autonomia para se sujar, 2 a 3 banhos por semana podem ser suficientes.

Sim, leu bem: o seu pequeno bebé pode não precisar de tomar banho todos os dias enquanto não tem autonomia. Isto partindo do princípio que o vai mantendo limpo e cheiroso após cada muda de fraldas. Nos dias de banho, siga estas instruções.

1. Reúna todo o material necessário

Vai precisar de: água quente – a 37°C, meça com pulso ou termómetro –, uma pequena banheira de plástico, creme de banho e champô com prebióticos, água de limpeza, discos de algodão ou compressas, uma esponja ou pequena toalha para ajudar a lavar, uma fralda seca, roupa lavada e uma toalha estendida para o enrolar e secar. Aqueça a divisão até aos 26/27°C e evite luzes fortes.

  • O que são prebióticos?
    Os prebióticos dermatológicos, como o Biolin, presente na gama Barral BabyProtect, ativam as defesas naturais da pele, reforçando a microbiota cutânea. A pele do bebé fica mais protegida, com toda a qualidade e segurança.

2. Antes de o despir, limpe-lhe a cara

Facilita a logística fazer uma pré-lavagem na zona do rosto, usando para o efeito discos de algodão ou compressas humedecidos com água de limpeza. Limpe bem a zona das orelhas, o nariz e os olhos do bebé, usando discos novos para cada uma delas, amolecendo os excessos de muco seco para removê-los mais facilmente.

3. Uma mão lava, a outra segura

É natural recear manusear o bebé em ambiente escorregadio mas é importante fazê-lo com confiança. Deve introduzir o bebé devagar dentro de água: uma das suas mãos apoia-lhe a cabeça e o pescoço e a outra lava, usando uma esponja ou uma pequena toalha. Deve lavar o bebé da parte mais limpa para a parte mais suja. A cabeça é a última área a ser lavada e o uso de champô deve ser limitado a um banho por semana.

4. Se o bebé se diverte, aproveite o banho

Se há crianças que choram durante o banho, outras há que simplesmente adoram o contacto com a água. Para essas o banho pode ser mais prolongado, até por permitir um momento indiscutível de bonding com os pais. Importante é nunca deixá-los sozinhos na banheira nem deixar que a sua temperatura corporal arrefeça à medida que a água vai, também ela, arrefecendo.

5. Secar e massajar

No final do banho, enrole o bebé numa toalha seca previamente estendida, de preferência com gorro. Seque-o suavemente, com pequenas palmadinhas, e aproveite para lhe fazer uma massagem relaxante, usando creme hidratante com prebiótico. Se tudo correr bem, ele vai ficar pronto para um soninho retemperador.

Mais dicas para um banho prazeroso

O banho é um momento de prazer e relaxamento. Para que o seu bebé usufrua dele, tenha tudo a postos:

  1. Tenha uma temperatura ambiente controlada, entre os 20ºC e os 22ºC;
  2. O banho do recém-nascido não deve demorar mais do que 5 minutos;
  3. A altura da água na banheira deve ser entre os 7 e os 10 cm de altura;
  4. Os produtos de banho podem ser colocados na água;
  5. A água deve estar morna, a uma temperatura de cerca de 37ºC;
  6. Ao secar a pele do bebé, não a esfregue; absorva cuidadosamente com a toalha.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Conteúdo produzido pelo Observador Lab. Para saber mais, clique aqui.
Partilhe
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: obslab@observador.pt
Filhos

Guarda conjunta em residência alternada /premium

Eduardo Sá
120

A recomendação de ser “regra” o regime de guarda conjunta com residência alternada, se mal gerida, pode trazer a muitas crianças uma regulação da responsabilidade parental mais populista do que justa.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)