Família Real Britânica

A rainha foi de rosa e Harry foi sem Meghan: as imagens de mais um casamento real em Windsor

302

Gabriella Windsor, prima da Rainha, casou este sábado na mesma capela onde Harry e Meghan deram o nó. Uma cerimónia sem estrelas de Hollywood, mas com a elegância típica da realeza. Veja as imagens.

Windsor, em especial a Capela de São Jorge, estará para a família real britânica como Las Vegas está para as mais excêntricas estrelas de Hollywood. Este sábado, o local recebeu o terceiro casamento real em menos de um ano: Gabriella Windsor e Thomas Kingston. Se bem se lembra, Harry e Meghan casaram lá — aliás, comemoram este domingo o primeiro aniversário da união –, bem como a princesa Eugenie, que preferiu a aragem fresca de outubro para dar o nó com Jack Brooksbank (mal sabia ela que ia enfrentar um autêntico vendaval).

O cenário, escusado será dizer, foi de sonho. A noiva subiu as escadarias, devidamente decoradas com plantas e flores, arrastando uma longa cauda bordada, para não falar no véu que era ainda mais comprido. A peça, repleta de rendas, é uma criação da Luisa Beccaria, marca italiana conduzida por duas designers. Leve e romântico, no vestido, saltaram à vista as transparências do decote e das mangas. Para completar o visual, Gabriella usou uma tiara de diamantes (que claramente não foi a mais discreta que tinha em casa) e um bouquet onde predominaram as flores brancas.

Os noivos, à saída da Capela de São Jorge © VICTORIA JONES/AFP/Getty Images

Do lado dos convidados, o habitual espetáculo de cor, a começar pela Rainha. Aos 93 anos, Isabel II exibiu um casaco da autoria de Stewart Parvin, num cor-de-rosa intenso, em perfeita sintonia com o chapéu, adornado com flores. O vestido tinha um padrão floral que só atestou a aparente boa disposição da monarca. Ao seu lado — ou melhor, atrás de si –, esteve o Duque de Edimburgo, ele que, aos 97 anos, escapou ileso de um acidente de carro em janeiro.

Entre os restantes membros da realeza britânica esteve também Harry. O duque de Sussex foi pai no início do mês e optou, este sábado, por deixar Meghan e Archie em casa. No entanto não foi sozinho. Fez-se acompanhar da atriz Sophie Winkleman, mulher de Frederick Windsor, o irmão da noiva. Curiosamente, Sophie foi um dos visuais mais marcantes da cerimónia que, marcada para o meio-dia, se pôs mesmo a jeito para o tradicional desfile de chapéus. A princesa Ana, filha da Rainha, também esteve presente. William e Kate não compareceram, mas Pippa Middleton, irmã da duquesa de Cambridge, foi com o marido, ela que é ex-namorada do noivo. Sarah Ferguson e a filha, a princesa Beatrice, também marcaram presença.

BA rainha Isabel II e o duque de Edimburgo © STEVE PARSONS/AFP/Getty Images

Mas quem é Gabriella Windsor? Bem, em primeiro lugar, é Ella para os amigos. Tem 38 anos e é filha do príncipe Michael de Kent, primo direito da Rainha. Além de uma verdadeira socialite, é diretora de uma multinacional dedicada ao branding e comunicação no mercado da América Latina. Além disso, é ainda a 51.ª na linha de sucessão ao trono britânico.

O casamento decorreu sem a pompa das anteriores cerimónias. Não houve cortejo a cavalo, tão pouco uma multidão desejosa de ver a chegada da noiva. Na fotogaleria, reunimos imagens de mais um dia de festa em Windsor.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mgoncalves@observador.pt
Pais e Filhos

O curriculum dos pais /premium

Eduardo Sá
135

Num mundo em que os filhos nos pedem “Pai, vê aí, no Google, se Deus existe!”, temos de reconhecer que sermos pais é aquilo que mais nos torna “reserva natural da vida selvagem”.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)