Alpine

Alpine sobe a parada e prepara versão com 300 cv

A Alpine começou por um A110 com 'apenas' 252 cv, o mínimo que conseguia extrair do motor 1.8 turbo. Agora elevou um poucochinho a fasquia e deverá chegar aos 300 cv. Depois do Cayman, aponta ao 911.

A Alpine veio revolucionar os desportivos, provando que light is great. Ou seja, quanto mais leve, melhor. Apesar de propor inicialmente uma versão com apenas 252 cv do seu motor 1.8 sobrealimentado, que fornece 300 cv quando montado no Renault RS Trophy, o Alpine A110 já era uma chatice para a concorrência. Se estava limitado a 250 km/h, electronicamente, atingia 100 km/h em somente 4,5 segundos. Isto quer dizer que a versão mais musculada, com 300 cv, pode ultrapassar a mesma fasquia em menos de 4 segundos.

Esta forte redução do tempo necessário para ir de 0-100 km/h, extrapolada para o resto do comportamento num veículo homologado com apenas 1.178 kg, já incluindo o condutor (75 kg) e combustível, vai tornar o A110 num adversário de desportivos como o Porsche 911, uma vez que o actual Alpine (com um preço de 61 mil euros), com menos 50 cv, já bate o Cayman de 300 cv (5,1 segundos e 73 mil euros), o Cayman S de 350 cv (4,6 segundos) e o Cayman GTS de 365 cv (4,6 segundos e 104 mil euros).

A versão mais musculada do A110 foi apanhada a rodar em Nürburgring, no que já parece ser a fase final dos testes de validação. Mas, ao que tudo indica, o A110 que vai montar a versão mais possante do motor 1.8 Turbo com 300 cv vai ser, igualmente, cerca de 50 kg mais leve, sendo muito provavelmente denominado A110 S. Estão assim garantidos menos de 4 segundos de 0 a 100 km/h, o que coloca o mais rápido dos Alpine muito próximo do 911, na versão Carrera S, com 450 cv mas 1.590 kg, modelo substancialmente mais caro e que ultrapassa esta fasquia em 3,7 segundos.

Mas o A110 é muito mais do que apenas o tempo necessário para ir de 0-100 km/h. O Alpine é um desportivo leve e isso não acontece por milagre. É pura tecnologia, pois a marca do Grupo Renault investiu fortemente num chassi integralmente em alumínio, daí a vantagem de 300 kg face ao Cayman, e mais de 400 kg em relação ao 911. Se o peso é determinante no momento de acelerar, é também quando toca a travar e a curvar, o que resulta numa maior eficácia em condução desportiva.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)