Desde o final da semana passada até esta terça-feira, os principais jornais desportivos portugueses e alemães davam como quase certa a ida de Bruma para o FC Porto. Todos apontavam como fulcral o desejo do jogador de 24 anos de regressar a Portugal, depois de ter deixado o Sporting em 2013 para se juntar ao Galatasaray, num processo complicado, demorado e com uma intervenção forte do empresário do avançado. Seis anos depois, tudo apontava para a mais do que provável saída de Bruma do RB Leipzig para se juntar aos dragões.

Esta quarta-feira, quando alguns jornais ainda puxam o assunto para as capas e incluem o jovem jogador no novo xadrez azul e branco que Sérgio Conceição terá de montar na próxima temporada, o desmoronar do negócio com o FC Porto é tido como garantido na imprensa holandesa, que coloca Bruma no PSV Eindhoven. Segundo o De Telegraaf, os representantes do clube holandês empreenderam uma operação relâmpago que incluiu uma viagem a Lisboa na madrugada desta quarta-feira para convencer o internacional português a rumar ao PSV. A indicação ganhou força com uma imagem que surgiu nas redes sociais e que mostra Bruma acompanhado por Peter Fossen, administrador financeiro do clube holandês, e John De Jong, o diretor de scouting.

A reunião entre os dois elementos da estrutura do PSV, Bruma e o empresário do jogador, Catio Baldé, terá decorrido numa unidade hoteleira de Lisboa durante a noite — segundo o jornal A Bola, o ainda avançado do RB Leipzig terá deixado cair o princípio de acordo com o FC Porto e o regresso a Portugal devido às garantias financeiras oferecidas pelo PSV, que terá assegurado que Bruma vai ganhar os mesmos três milhões de euros anuais que recebe atualmente na Alemanha. O valor da transferência, esse, será o mesmo que os dragões ofereciam: 15 milhões de euros. A cúpula do FC Porto terá sido apanhada de surpresa nas primeiras horas desta quarta-feira, já que a transferência do avançado de 24 anos estava praticamente fechada e assegurada.

Bruma vai chegar ao PSV, segundo classificado da Liga holandesa na temporada que agora terminou, para colmatar as eventuais saídas de Hirving Lozano e Steven Bergwijn. O clube de Eindhoven é treinado por Mark van Bommel, antigo internacional holandês, e tem nas fileiras Luuk de Jong e Dumfries, que estiveram na Liga das Nações com a seleção holandesa, e ainda o veterano Afellay, que representou o Barcelona entre 2010 e 2015. Na época passada, Bruma esteve presente em 27 jogos para todas as competições do RB Leipzig e marcou apenas três golos, tendo ainda assim contribuído para o terceiro lugar do clube na Liga alemã que vale a qualificação direta para a Liga dos Campeões da próxima temporada.