O casamento entre Johnny Depp e Amber Heard só durou 15 meses e a atriz e modelo já tinha acusado a estrela de “Piratas das Caraíbas” de violência doméstica. Mas, desta vez, é Johnny Depp quem acusa a ex-mulher de maus tratos e há fotografias que mostram o ator hospitalizado na sequência de uma suposta discussão entre ambos.

De acordo com o The Blast, Depp disse que a mulher lhe terá apagado um cigarro na cara e que lhe atirou uma garrafa, provocando um corte profundo num dedo. O alegado ataque terá acontecido na Austrália, na sequência de uma suposta discussão que remonta a 2015.

Amber Heard já negou a agressão ao ex-marido e, através do seu advogado, diz que as acusações são “absurdas, ofensivas e falsas”. “Esta foto não prova nada, apenas que o Johnny Depp está desesperado por fazer qualquer tipo de acusação extravagante para desviar a atenção do abuso psicológico, físico e contínuo que cometeu sobre Amber Heard”, lê-se num comunicado do advogado, citado pelo El Mundo.

Os dois separaram-se em 2016, depois de a atriz ter acusado Depp de violência doméstica e de ter interposto uma providência cautelar contra o ator de 56 anos. Na altura, disseram em comunicado que “a relação foi intensamente apaixonada e, por vezes, volátil, mas sempre unida pelo amor. Nenhuma das partes fez acusações falsas para obter ganhos financeiros” e que “nunca houve a intenção de causar danos físicos ou emocionais”.