O sétimo melhor tempo no primeiro dia de treinos livres foi como uma espécie de afirmação de Miguel Oliveira no Grande Prémio da Áustria. Este sábado, veio a confirmação: o piloto português da KTM, a correr “em casa”, conseguiu a melhor qualificação do ano, saindo para a prova que se realiza este domingo (13 horas) do 13.º lugar.

Miguel Oliveira é sétimo nos treinos livres do Grande Prémio da Áustria de MotoGP

E o português ficou perto de subir mais um degrau e entrar na Q1 para apuramento das 12 melhores posições, cedendo apenas por dois milésimos de segundo. O italiano Francesco Bagnaia (Ducati) e o britânico Cal Crutchlow (Honda) acabaram por ultrapassar o piloto de Almada já depois de ter caído a bandeira de xadrez, selando assim o seu 13.º posto.

De recordar que Miguel Oliveira tinha sido o melhor representante da KTM esta sexta-feira nos tempos livres, naquele que tinha sido o registo mais alto nesta época de estreia no MotoGP.

De recordar que, até esta 11.ª prova da temporada, a melhor qualificação de Miguel Oliveira tinha sido na Argentina, onde saiu da 14.ª posição para alcançar aquele que é ainda hoje o resultado mais alto neste ano de estreia: 11.º lugar.

Miguel Oliveira fica em 11.º no GP da Argentina e conquista primeiros pontos no Moto GP