A atriz norte-americana Gwyneth Paltrow terá sido crucial para o surgimento do movimento #MeToo, que levou à revelação das situações de assédio e abuso sexual de que Harvey Weinstein foi acusado. No livro ” She Said: Breaking the Sexual Harassment Story That Helped Ignite a Movement”, as jornalistas Jodi Kantor e Megan Twohey, que cobriram o caso no The New York Times, revelam que a atriz estava “com medo de falar sem anonimato, mas tornou-se uma fonte crucial e inicial ao partilhar as suas histórias de assédio sexual e tentar recrutar outras atrizes a falar”, noticia o The Guardian.

Gwyneth Paltrow recordou os tempos de abuso de que terá sido vítima por parte de Harvey Weinstein: “Era uma criança, fiquei petrificada”. Os abusos só pararam quando Brad Pitt, à época o namorado de Gwyneth Paltrow, decidiu confrontar o ex-produtor norte-americano. Mas, mesmo nesse momento, a atriz sentiu-se em perigo: “Pensei que ele me iria despedir”, confessou a atriz ao The New York Times quando as histórias de assédio sexual no seio da indústria cinematográfica espoletaram o movimento #MeToo.

Numa entrevista dada esta terça-feira no programa Today Show da NBC, Jodi Kantor e Megan Twohey adiantaram que Gwyneth Paltrow chegou a esconder-se na casa de banho para falar com os jornalistas sobre os abusos de Harey Weinstein enquanto o então produtor de Hollywood estava numa festa na casa da atriz: “Ela foi, na verdade, uma das primeiras pessoas a telefonar e estava determinada a ajudar nessa investigação”, avançaram as jornalistas.

Em declarações ao Deadline, Harvey Weinstein nega todas as acusações que Gwyneth Paltrow lhe aponta: “Ela veio da realeza de Hollywood. O pai dela era um dos principais produtores, a mãe era uma atriz famosa, o padrinho dela é o Steven Spielberg. Ela não precisava de fazer filmes com o Harvey Weinstein. Ela queria e ganhou os principais prémios; e foi a atriz mais bem paga por quase uma década com o Weinstein. A narrativa de o trabalho dela estar em risco é apenas gratuita”, argumentou um porta-voz do produtor.