Todos os centros comerciais prevêem parques de estacionamento tanto exteriores como interiores, na maioria dos casos gratuitos. Mas este condutor, descrito pelas testemunhas como um homem com cerca de 20 anos, decidiu entrar pela porta do centro comercial e percorrer os corredores, conduzindo o seu SUV, um Chevrolet Trailblazer, um veículo com sete lugares e cerca de cinco metros de comprimento.

A invasão do veículo aconteceu num período em que o centro comercial Woodfield Mall estava parcialmente vazio. Esta área comercial está localizada em Schaumburg, uma pequena localidade próxima de Chicago, no Norte dos EUA, com poucos mais habitantes do que Palmela ou Évora.

Segundo os testemunhos, o condutor arrombou a porta principal do centro e entrou como se fosse a pé, para depois circular pelos corredores a baixa velocidade. O pânico instalou-se entre os clientes, temendo um atentado, mas limitaram-se a ver, à distância, um SUV a destruir um quiosque e a derrubar a fachada de uma loja de roupa.  Bastante danificado e pelo menos com o pneu da frente esquerda rebentado, o Chevrolet foi finalmente abandonado, por não estar mais em condições de se deslocar pelos seus próprios meios.

Foi então que o condutor saiu do SUV e fez menção de abandonar o centro a pé, ocasião em que foi capturado e algemado pelos polícias que entretanto acorreram ao local. Não se conhecem ainda os motivos de quem ia ao volante, nem a sua identidade. Mas o mais importante é facto de ninguém ter ficado ferido durante este caso extremo de “drive through”.