A partir desta terça-feira os motoristas da Uber no Porto vão ter acesso a uma “rede exclusiva” para carregamento de carros elétricos. O projeto é fruto de uma parceria entre a plataforma e a startup portuguesa Power Dot, que disponibiliza vários pontos de carregamento em Portugal para este tipo de transporte. Em outubro, o programa vai ser estendido a Lisboa. Os valores para carregar um carro vão variar entre 13 e 15 cêntimos por minuto. A Uber afirma que vão permitir uma “poupança mensal de aproximadamente 40 euros”.

Ao todo, diz a Uber, esta parceria vai permitir até “850 carregamentos diários” para os motoristas que utilizem carros elétricos. Para já, no arranque deste projeto, vão existir dois “hubs de carregamento” no distrito do Porto — na Maia e no Bonfim, onde a startup já está presente — e, quando for estendido para Lisboa, vai utilizar os pontos da Power Dot da Portela, Doca de Santo Amaro e Tires.

Cada hub de carregamento permite carregar ao mesmo tempo “entre quatro a oito carros”, diz a empresa. Para tornar mais eficiente o tempo dos motoristas enquanto esperam que o carro seja carregado, cada um destes pontos vai ter serviços de limpeza, café e internet. Os motoristas vão ter também uma aplicação para verificar a disponibilidade dos carregadores e ver o histórico de carregamentos feitos.

Afonso Pinheiro, responsável da Power Dot, afirma: “Esta parceria está alinhada com a nossa missão para criar soluções de carregamento para veículos elétricos de forma a reduzir a dependência dos combustíveis fósseis na mobilidade”. O português diz ainda que esta “solução de carregamento económica e conveniente para todos os parceiros e motoristas Uber” é “pioneira a nível mundial”.

Sobre a parceria, a diretora de comunicação da Uber em Portugal, Mariana Ascenção, diz: “Estamos muito orgulhosos em celebrar esta parceria com a Power Dot, que vai permitir uma mobilidade mais sustentável e apoiar a comunidade de motoristas que viaja com carros 100% elétricos todos os dias em Portugal”.

Estes pontos de carregamento têm como principal destinatários os motoristas do serviço Uber Green, um programa da plataforma que utiliza apenas carros elétricos. A Uber estima que com esta opção lançada em 2016 tem poupado “40 toneladas de emissões CO2 semanalmente”.

Desde 2018 que a startup portuguesa Powerdot começou a disponibilizar vários pontos de carregamento para carros elétricos em Portugal. A empresa quer disponibilizar esta tecnologia de abastecimento em parques de estacionamento de centros comerciais, empresas ou condomínios e quer “desenvolver soluções personalizadas para frotas”.

Atualmente, a Uber está presentes nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, na região do Algarve, e nas cidades de Braga, Guimarães e Coimbra.