A tecnológica com ADN português OutSystems, uma empresa de desenvolvimento rápido de aplicações de software, anunciou esta segunda-feira a criação de três cursos em plataformas low-code que compõem os serviços da startup. A “Low-Code School” vai ter cinco edições gratuitas em Lisboa, Braga e Castelo Branco.

Ao todo, a OutSystems quer formar até ao final do ano “mais de 100 novos profissionais” nas suas tecnologias. Estes cursos são direcionadas para “estudantes finalistas e/ou recém-formados de cursos profissionais (na área de Ciências Informáticas), bem como para programadores com mínimo de três anos de experiência profissional em linguagens de programação web ou mobile”, esclarece a empresa em comunicado.

O primeiro curso começa já a 21 de outubro nos escritórios da OutSystems, em Linda-a-Velha (Oeiras, região de Lisboa). Ao todo, cada durará cerca de duas semanas. Todas as edições são em horário pós-laboral. As edições em Braga e Castelo Branco decorrem de 11 a 25 de novembro e de 2 a 16 de dezembro, respetivamente.

Segundo a OutSystems, em Portugal e na Europa existem atualmente mais de 600 vagas que procuram profissionais com certificação nesta tecnologia low-code da empresa e que este número vai duplicar no próximo ano.

[Veja o episódio da rubrica “O meu fracasso antes do meu sucesso” com Paulo Rosado, CEO da OutSystems]

A OutSystems foi fundada em Portugal em 2001 por Paulo Rosado e conta na sua carteira de clientes com grandes empresas como Logitech, Deloitte ou Ricoh. A sede é em Atlanta, na Georgia, nos Estados Unidos da América. Em 2018, a OutSystems tornou-se no segundo unicórnio —  empresa avaliada em mais de mil milhões de dólares — com ADN português.