Se Harry Potter e os seus amigos da escola de feiticeiros de Hogwarts achavam que tinham o exclusivo de viajar em cima de vassouras mágicas, enganaram-se redondamente. A Toyota decidiu democratizar as vassouras como meio de transporte e apresentou a e-Broom no Salão de Tóquio, com a qual todos nos podemos deslocar como se fôssemos bruxas.

A marca descreve a sua criação como tendo sido “pensada com base numa vassoura voadora de bruxa, incrementando a versatilidade da mobilidade urbana”. A descrição é algo criativa, uma vez que a e-Broom não voa. Nem mesmo baixinho.

A e-Broom destina-se a indivíduos equipados com patins, especialmente os em linha, facilitando a sua deslocação, em princípio a subir. Há duas versões de vassoura, uma maior com 3 metros de comprimento, 15 kg de peso e um motor de 0,5 cv, para depois surgir outra com 0,8 metros de altura, 5 kg e 0,25 cv de potência.

O objectivo é usar a pequena roda existente na parte inferior da vassoura para mover para a frente o patinador, que vai montado em cima da e-Broom. A Toyota fala em 20 km de autonomia e uma velocidade máxima de 30 km/h. A vassoura com roda é apenas mais uma proposta dos técnicos nipónicos para revolucionar a mobilidade urbana.