Os casinos de Macau fecharam 2019 com receitas de 292,46 mil milhões de patacas (cerca de 32,43 mil milhões de euros), menos 3,4% do que no ano anterior, indicam dados oficiais esta quarta-feira divulgados.

De acordo com dados publicados na página ‘online’ da Direção de Inspeção e Coordenação de Jogos (DICJ), os casinos de Macau fecharam o mês de dezembro com uma queda homóloga de 13,7%, a mais acentuada do ano.

Nesse mês, as receitas totalizaram 22,84 mil milhões de patacas (cerca de 2,53 mil milhões de euros), menos cerca de 400 milhões de euros do que em igual período de 2018.

Em 2018, as receitas dos casinos tinham atingido um total de 302,85 mil milhões de patacas (cerca de 33,6 mil milhões de euros).

Capital mundial do jogo, Macau é o único local na China onde o jogo em casino é legal. Operam no território seis concessionárias: Sociedade de Jogos de Macau, fundada pelo magnata Stanley Ho, Galaxy, Venetian, Melco Resorts, Wynn e MGM.