Ginásio do Design

Maria Ruivo e Raquel Pais têm treinado todos os dias n’ O Ginásio do Design, um relato diário sobre a pandemia, em forma de cartaz. “Surgiu justamente na segunda semana de isolamento quando começámos a sentir essa desaceleração e de como era difícil manter uma rotina e entusiasmo no trabalho, nomeadamente no desenho de peças gráficas. Pensamos que era uma questão de sanidade mental, tal como o é o exercício físico, para o corpo e para o espírito”, recordam, justificando a escolha do nome. “A verdade é que é um processo semelhante de obrigação à prática de um exercício que tem consequências imediatas, como seja a produção de um cartaz, ou ganhar de volta essa noção de ritmo, mas também a longo prazo, porque nos mantém ativas no desenho, na investigação formal e temática, na comunicação com os outros através do design”, explicam os nomes por trás do À Capucha! Design Studio, que repôs no mapa as famosas capas de burel, apenas um dos exemplos felizes da combinação de design e património, e que por esta altura se vai valendo do seu conceito multidisciplinar.

© Instagram A Capucha

“Para nós tem sido uma flutuação constante de humores. Ao mesmo tempo que o espaço diminui, parece que tudo o que acontece ganha uma importância enorme”, descrevem assim esta fase pautada pelo distanciamento social. Mas para lá dos aspetos negativos que tocam de forma genérica cada um de nós, há algumas oportunidades para saborear pelo caminho. “O tempo para pensar é ótimo, aquele tempo que sentimos que nunca temos na vida que nos habituamos a viver. Tempo também para ler, para ver filmes, e para aprender coisas novas, como por exemplo fazer pão. Uma coisa que se tem revelado inspiradora para nós é o poder que nos confere fazer coisas com as próprias mãos, uma certa sensação de autosuficiência que é muito compensadora e que vai além da componente pessoal”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.