Todas as mortes provocadas pela infeção pelo SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas foram registadas no Norte ou na região de Lisboa e Vale do Tejo, revela o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) publicado este domingo. Seis das vítimas mortais estavam em Lisboa e nove do Norte. 

Portugal registou mais 226 infetados pelo novo coronavírus e mais 15 vítimas mortais da Covid-19 nas últimas 24 horas. O número total de infetados está agora nos 29.036, mais 0,8% do que no sábado e em linha com a percentagem de crescimento que havia sido registada na véspera. Há ainda 1.218 óbitos, um aumento de 1,2% em relação a ontem e em linha com a percentagem de subida registada de sexta-feira para sábado.

Todas as mortes ocorreram dos 60 anos para cima

Com 29.036 casos em Portugal, 1.218 dos quais fatais, a taxa de letalidade é agora de 4,19%, mais 0,01 pontos percentuais em relação a sábado e em linha com as taxas que têm sido calculadas nos últimos tempos. Nove das mortes eram do sexo masculino e seis do sexo feminino.

Todas as mortes ocorreram em indivíduos da faixa etária dos 60 anos para cima: três homens nos 60-69 anos, quatro pessoas entre nos 70-79 anos (três homens e uma mulher) e oito pessoas com 80 anos ou mais (três homens e cinco mulheres).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região com mais novos casos de infeção pelo novo coronavírus em 24 horas: 138 desde sábado, elevando a 8.235 os registos nessa região. Houve ainda mais seis vítimas mortais desde ontem em Lisboa. O Norte, no entanto, continua a ser a região mais afetada em Portugal: nove mortes desde sábado — 693 no total — e mais 70 casos nas últimas 24 horas — 16.352 no total.

Maior parte dos novos casos nos 50-59 anos

Apesar da distribuição dos novos casos de infeção pelo novo coronavírus pelas faixas etárias, aquela entre os 50 e os 59 anos é a que regista mais pessoas doentes nas últimas 24 horas — mais 50 casos, 17 dos quais homens e 33 mulheres. No sexo masculino, a faixa etária mais atingida é a dos 40 a 49 anos; e a menos atingida a que está acima dos 80. No sexo feminino, a faixa mais atingida é a que está entre os 50 e os 59 anos; e a menos atingida a dos zero aos nove anos.

A região sul de Portugal não registou qualquer caso de infeção pelo novo coronavírus ou de fatalidade provocada pela Covid-19 em 24 horas. O Centro tem mais 17 casos (3.626 no total) e o Alentejo mais um (242 no total). Açores e Madeira não têm novos casos.

Número de recuperados é o maior de sempre

O número de recuperados registados nas últimas 24 horas é o maior desde que a pandemia de Covid-19 entrou no país: mais 814 do que ontem um aumento de 21,3%, elevando a 4.636 as pessoas que já ficaram curadas na infeção pelo novo coronavírus. Também há menos pessoas a serem acompanhadas nos hospitais: 649 pessoas internadas (menos oito do que ontem), 108 das quais nos cuidados intensivos (menos sete).

Quanto ao número total de casos suspeitos, é agora de 294.009, mais 1.560 em relação a sábado. É o mais pequeno aumento desde 3 de maio, na véspera da entrada na primeira fase de desconfinamento. Depois de um aumento no número de pessoas que aguardavam resultados, o número voltou a descer: são agora 2.704, menos 236 do que os números declarados no sábado. Há mais 221 pessoas em vigilância, um aumento de 0,9% em relação a sábado, elevando o número a 25.640.