A bolsa nova-iorquina encerrou esta segunda-feira em forte alta, com os investidores animados com os resultados preliminares de ensaios clínicos de uma vacina contra o novo coronavírus e as perspetivas económicas.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average valorizou 3,87%, para os 24.597,37 pontos. Esta foi a sua valorização percentual mais forte desde o início de abril.

O tecnológico Nasdaq apreciou-se 2,44%, para as 9.234,83 unidades, e o alargado S&P500 subiu 3,15%, para as 2.953,91.

O laboratório norte-americano Moderna, financiado pelo governo norte-americano, divulgou esta segunda-feira “dados internos provisórios” da fase inicial dos ensaios clínicos do seu projeto de vacina mRNA-1273.

Moderna diz que vacina contra a Covid-19 revela resultados promissores

Este último parece suscitar uma resposta imunitária nas oito pessoas a quem foi administrado da mesma dimensão da que se observa entre as que foram contaminadas naturalmente pelo vírus, segundo um comunicado do laboratório.

Os resultados completos deste ensaio de fase ainda são desconhecidos e estão previstos mais ensaios, mas agora em grande escala, em julho.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, não tardou a felicitar o laboratório pelos resultados “estupendos” e congratulou-se com o seu impacto positivo nos mercados financeiros.

Na bolsa nova-iorquina, a ação da Moderna progrediu cerca de 20%.

Na frente económica, o patrão da Reserva Federal, Jerome Powell, continuou a mostrar-se prudente e a prever o regresso do crescimento aos EUA a médio ou longo prazo.

Em entrevista divulgada no domingo pela estação televisiva CBS, Powell estimou que a crise atual apresenta “diferenças fundamentais” com a Grande Depressão, lembrando que, ao contrário de 1929, todos os indicadores da economia norte-americana eram positivos antes da pandemia.

“As notícias sobre uma possível vacina estão na origem” da forte subida bolsista desta segunda-feira, resumiu Peter Cardillo, da Spartan Capital Securities, “mas Powell merece também ser levado a sério nas suas perspetivas moderadamente otimistas”.