O Real Madrid vai disputar os restantes jogos da Liga espanhola de futebol na condição de visitado no estádio Alfredo di Stéfano, no centro de treinos ‘merengue’, informou esta segunda-feira o presidente do clube, segundo a agência EFE.

De acordo com a agência de notícias espanhola, Florentino Pérez enviou uma carta aos sócios do Real Madrid, explicando-lhes que, perante “a impossibilidade de haver adeptos presentes nas bancadas dos estádios”, devido à pandemia de Covid-19, a equipa ‘blanca’ vai trocar o Santiago Bernabéu pelo recinto do centro de treinos, em Valdebebas, até final da temporada.

Esta alteração vai permitir que as obras de remodelação previstas para o Santiago Bernabéu avancem no imediato.

“Tomámos a decisão de jogar no estádio Alfredo di Stéfano, na nossa cidade desportiva, todas as partidas em que vamos atuar na condição de visitados. Esta decisão vai permitir avançar com as obras no Estádio Santiago Bernabéu”, transmitiu Florentino Pérez.

Pérez comunicou que o clube está a tentar encontrar a melhor forma de ressarcir os adeptos que tinham adquirido bilhete de época e que não vão poder assistir aos encontros no estádio, face à crise mundial de saúde pública.

Desta forma, os últimos seis jogos do Real Madrid em casa vão ser disputados em Valdebebas, o primeiro dos quais diante do Eibar, em 14 de junho, a contar para a 28.ª jornada, que marca o recomeço da prova e que arranca três dias antes, em 11, com o dérbi andaluz entre o Sevilha, de Rony Lopes, e o Bétis, de William Carvalho.

Caso se cumpram todos os prazos, e quando ainda faltam disputar 11 jornadas, a Liga espanhola ficará concluída no fim de semana de 18 e 19 de julho, numa decisão de regresso que engloba a II Liga, parada desde a 31.ª de 42 jornadas.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Espanha tem sido um dos países mais afetados pela pandemia, com 27.127 mortos e mais de 239 mil casos de infeção confirmados.

Os campeonatos de futebol de França, Escócia, Bélgica e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 03 de junho. A Liga alemã foi retomada em 16 de maio.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de Covid-19 já provocou mais de 372 mil mortos e infetou mais de 6,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 2,5 milhões de doentes foram considerados curados.