O Presidente da República vai receber entre 22 e 23 de junho os partidos com representação parlamentar, para os ouvir sobre a crise sanitária, o orçamento suplementar e o Programa de Estabilização Económica e Social do Governo.

De acordo com uma nota publicada este sábado no portal da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa “vai ouvir os partidos políticos com assento parlamentar acerca da situação sanitária, económica, social e política, designadamente do Programa de Estabilização Económica e Social e do Orçamento Suplementar para 2020, nos próximos dias 22 e 23, assim dando continuidade a prática trimestral, interrompida pelo surto pandémico”.

O chefe de Estado tinha anunciado há uma semana, em visita à Ericeira, no concelho de Mafra, que tencionava receber ainda em junho os nove partidos com assento parlamentar, “e porventura outros partidos”, para os ouvir sobre a situação do país, afetado pela pandemia de covid-19, referindo que normalmente estas reuniões eram trimestrais.

Marcelo Rebelo de Sousa recebeu pela última vez os partidos com representação parlamentar entre os dias 17 e 18 de dezembro do ano passado, após a entrega da proposta de Orçamento do Estado para 2020 pelo Governo na Assembleia da República.