Estreia na equipa principal entrando na segunda parte do jogo com o P. Ferreira, primeiro encontro como titular também em Alvalade frente ao Tondela, renovação de contrato por mais cinco anos com uma melhoria salarial e o aumento da cláusula de rescisão: no dia em que celebrou o 18.º aniversário, Nuno Mendes recebeu a última prenda numa semana de sonho ao prolongar o vínculo com o Sporting até 2025.

“A Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD informa que o jogador Nuno Mendes renovou contrato até 2025. O defesa, que cumpre nesta sexta-feira 18 anos e que se estreou na noite de quinta-feira como titular na equipa principal, frente ao CD Tondela (2-0), ficou com uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros”, anunciou o clube verde e branco em comunicado, com imagens que mostram que o acordo já tinha sido assinado.

De recordar que Nuno Mendes, jovem jogador contratado pelo Sporting ainda nas escolinhas ao Despertar, de Casal de Cambra, por 250 euros (que ascenderiam a mais 500 euros quando chegasse aos Sub-15), tem sido internacional em todas as camadas jovens da Seleção Nacional. Os dirigentes do clube recordaram também ao Record aquilo que pode ser o Euromilhões e jackpot ao mesmo tempo: caso faça cinco jogos como titular pelo conjunto principal, o Despertar vai receber mais 25 mil euros, “valores astronómicos” para a sua realidade.

Nuno Mendes, o mais novo a estrear-se como titular desde Ronaldo que vai ter como prenda a renovação até 2025

“É um dia que não vou esquecer. Fiz 18 anos e estreei-me na equipa como titular. Estou feliz por continuar no clube e vou continuar a dar o máximo. A renovação é fruto do meu trabalho. Quer dizer que o Sporting acredita em mim e eu vou continuar a dar tudo para que o Sporting continue a acreditar em mim”, comentou o jogador após o prolongamento do vínculo com o conjunto verde e branco, em declarações aos órgãos do clube.

“Quem chegou primeiro foi o Sporting. Logo de seguida o Benfica teve muito interesse e por último o FC Porto que aqui era o Dragon Force. Acho que o interesse destes dois clubes fez acelerar um bocado o processo porque a ideia era ver até final da época o que o Nuno podia render”, recordou à Rádio Renascença Diogo Gonçalves, treinador que descobriu Nuno Mendes num recreio e começou a ser cobiçado jogando como número 10.