Está desfeito por fim o mistério. O rei emérito de Espanha confirmou esta segunda-feira, através da Casa Real, que se encontra desde dia 3 de agosto nos Emirados Árabes Unidos, país para onde voou depois de abandonar o Palácio de Zarzuela. A notícia é avançada pelo diário ABC, que cita o comunicado em questão, e que confirma o que o jornal inicialmente adiantou: que Juan Carlos teria seguido de Vigo para Abu Dhabi.

Segundo o documento revelado pela Zarzuela “o rei Don Juan Carlos indicou à Casa de Sua Majestade o Rei que comunique que no passado dia 3 de agosto se mudou para os Emirados Árabes Unidos, onde permanece atualmente”, sabendo-se que a própria Casa Real indicara que caberia ao rei emérito dar a conhecer o seu paradeiro ou fornecer indicações para que Zarzuela fizesse essa comunicação formalmente.

Foi a 3 de agosto que se tornou pública a carta que Juan Carlos escreveu ao filho, a anunciar a decisão de abandonar Espanha. Por essa altura, já o rei emérito, a braços com o escândalo, estaria fora do país há pelo menos 24 horas. Que destino teria eleito o pai de Felipe VI  para passar os últimos anos de vida? A resposta foi desde logo incerta, com uma série de hipóteses em cima da mesa, e nem Portugal, outrora morada do clã, escapou à lista de apostas.

Se a 9 de agosto o El Mundo adiantava o cenário que apontava a zona de Cascais como destino depois do verão de Juan Carlos de Bourbon, um desfecho que não está ainda descartado, “independentemente de que possa passar uns dias ou semanas (…) na República Dominicana ou na longínqua Abu Dhabi”, a verdade é que a anunciada escala nos Emirados se tornava cada vez mais real logo um dia antes.

El Mundo escreve que Juan Carlos vem morar para Cascais no final do Verão

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Foi a 8 de agosto que uma imagem divulgada pelo Nius à saída de um avião confirmava a passagem de Juan Carlos por Abu Dhabi e a informação avançada em primeira mão e em exclusivo pelo diário espanhol, que uns dias mais tarde fornecia detalhes sobre a estadia naquele país, com o rei emérito a fazer check in numa das mais luxuosas unidades hoteleiras do Golfo Pérsico, anteriormente preferida por Juan Carlos em deslocações que realizou para assistir a provas de Fórmula 1.

O diário traçara então ao pormenor a rota seguida pelo rei emérito no passado dia 3 de agosto pelas 10 de manhã, quando descolou num jato privado de Vigo com destino a Abu Dhabi, sendo que o plano de voo foi alterado para evitar qualquer tipo de rastreio, um procedimento legal e relativamente comum entre utilizadores de aviões privados que procuram despistar o assédio dos paparazzi. O ABC destacava como a imagem que publicara do aparelho coincidia com a imagem avançada pelo diário Nius.