Depois de 32 anos de atividade, a Cotovia vai fechar portas no final deste ano. O anúncio foi feito pela editora esta segunda-feira, no Facebook.

Num post digirido aos seus leitores, a Cotovia, dirigida desde a morte de André Fernandes Jorge por Fernanda Mira Barros, revelou que a sua presença na 90.ª edição da Feria do Livro de Lisboa será a última, uma vez que a editora deixará de funcionar no final deste ano.

A partir desta terça-feira, a editora irá disponibilizar no seu pavilhão da Feira do Livro, “numa péssima localização”, livros descatalogados. Na Feira do Livro do Porto, também a decorrer, a Cotovia é representada pela livraria Flâneur.

Fundada em 1988 pelos irmãos André Fernandes Jorge e João Miguel Fernandes Jorge, a Cotovia dedicou sempre especial atenção à publicação de teatro e poesia. A editora é também conhecida pela sua coleção de autores clássicos, no âmbito da qual Frederico Lourenço publicou as suas traduções da Ilíada e Odisseia, que tiveram recentemente novas edições pela editora Quetzal.

Após a morte de André Fernandes Jorge, a editora passou a ser dirigida por Fernanda Mira Barros, colaboradora de longa data que se propôs a relançá-la.

A Cotovia lançou recentemente uma nova tradução da Eneida, da responsabilidade de Carlos Ascenso André.

Carlos Ascenso André: “A ‘Eneida’ é a obra-prima da literatura ocidental, sobretudo pela capacidade que tem de nos colocar em antevisão”

O Observador contactou a Cotovia, que remeteu esclarecimentos para a nota publicada esta quinta-feira no Facebook.

A editora anuncia o seu fim numa altura em que o setor do livro se encontra particularmente fragilizado devido à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. A Feira do Livro de Lisboa, que decorre no Parque Eduardo VII até 13 de setembro, é encarada pelos editores e livreiros como uma última oportunidade para tentar recuperar parte do prejuízo provocado pelo encerramento das livrarias e pela consequente paragem editorial dos meses de abril e maio e pelo. Até ao final do ano, muitas outras editoras pequenas poderão também fechar portas.