O município de Cascais iniciou esta segunda-feira um conjunto de testes serológicos de Covid-19 com todo o pessoal docente e não docente de todas as escolas públicas e privadas do concelho, disse à Lusa o presidente da autarquia.

Antes do arranque do ano letivo 2020/2021, o município de Cascais, no distrito de Lisboa, vai levar às escolas do concelho o CovidBus, um autocarro onde se fazem exames serológicos ao SARS-CoV-2, criado para chegar a toda a população, incluindo as pessoas com mobilidade reduzida.

“Agora que os bairros estão acompanhados, estamos a replicar a experiência, que demonstrou ser muito positiva, em ações orientadas para outros segmentos da nossa população. Vamos direcionar os testes, nesta primeira fase, para todos os agrupamentos de escolas de Cascais, incluindo os colégios particulares”, afirmou o presidente do município de Cascais, Carlos Carreira.

A ação será desenvolvida “em forte colaboração com as autoridades de saúde locais e com os diretores de agrupamento, que são parceiros absolutamente fundamentais, tal como o foram as associações de moradores dos bairros e todos os jovens voluntários”.

O autarca informou que, apesar de a prioridade ser os profissionais da área da Educação, o CovidBus “estará disponível para a população dos arredores que ainda não tenha feito os testes”.

Carlos Carreira revelou ainda que, depois de a área da Educação estar coberta, a Câmara avançará para todos os lares do concelho, “sejam públicos ou privados, estejam legais ou ilegais, porque o foco é o cidadão”.

O município de Cascais, sublinhou, foi o primeiro a disponibilizar testes gratuitos à covid-19: “Percorremos 40 bairros do concelho, a maior parte deles bairros sociais. Foi uma ação extremamente positiva, não só pela realização dos testes, mas por um conjunto de outras ações agregadas, tal como sensibilização e distribuição gratuita de máscaras e de alimentação. Teve uma componente social muito forte”, sublinhou.

Segundo o autarca, as medidas têm contribuído para “conter a propagação” da pandemia.

“Há várias semanas que estamos com zero cidadãos na Unidade de Cuidados Intensivos e os números de infetados têm vindo a crescer, naturalmente, mas em números muito baixos”, realçou.

Para o autarca, a grande vantagem da realização dos testes é “todo o movimento que gera a nível de comunidade no sentido de sensibilização, de dar apoios de ordem social, que são absolutamente fundamentais, e de distribuição de máscaras, que é a melhor arma neste momento para o combate à covid-19”.

A iniciativa da Câmara Municipal de Cascais, em parceria com o ACES – Agrupamento de Centros de Saúde de Cascais, visa “contribuir para uma maior segurança e tranquilidade da comunidade educativa”, refere ainda o município numa nota de imprensa.