O príncipe Harry já devolveu o dinheiro aos britânicos que foi gasto na remodelação de Frogmore Cottage, que continuará a ser a residência dos duques de Sussex no Reino Unido.

Harry e Meghan Markle gastaram 2,7 milhões de euros a remodelar a casa oferecida pela Rainha, em Windsor, para onde se mudaram semanas antes do nascimento do filho. O dinheiro fazia parte do The Sovereign Grant, um fundo com dinheiro público para ser usado nos deveres oficiais da Rainha e para manter os palácios reais que estejam ocupados.

Remodelação da casa de Meghan e Harry custou 2,7 milhões de euros aos britânicos

“Foi feita uma contribuição para o The Sovereign Grant pelo duque de Sussex. Esta contribuição cobriu totalmente os custos da renovação necessária de Frogmore Cottage, uma propriedade da Rainha, e continuará a ser a residência no Reino Unido do duque e da sua família”, referiu o porta-voz de Harry, citado pelo The Guardian.

O jornal britânico refere ainda que esta contribuição terá sido feita graças ao contrato que Harry e Meghan Markle assinaram com a plataforma Netflix para a criação de filmes, documentários e programação infantil, através da produtora que ambos fundaram. Não se sabe, até ao momento, o valor do contrato.

Harry e Meghan Markle assinam contrato com Netflix para produzir documentários e filmes

Os duques de Sussex já tinha anunciado que iriam devolver o dinheiro utilizado para tornar a Frogmore Cottage mais habitável, na sequência do afastamento da Família Real Britânica. Harry e Meghan compraram recentemente, também, uma casa em Santa Barbara, na Califórnia.

Harry e Meghan vão perder títulos reais e financiamento público