António Bagão Félix anunciou esta terça-feira o apoio a João Noronha Lopes nas eleições para os órgãos sociais do Benfica. Num texto partilhado no site oficial da campanha do gestor, o antigo ministro das Finanças que também já integrou a estrutura encarnada não escondeu a gratidão a Luís Filipe Vieira, garantiu que Noronha Lopes está pronto para “os desafios do futuro” e destacou principalmente o facto “insuportável” da inexistência de debates entre os candidatos.

“Pode parecer um pormenor, mas, enquanto sócio e pagante da BTV, acho insuportável a sua ausência na cobertura das eleições. Como acho que o atual presidente deveria dar-se ao debate de ideias, em vez de monólogos em canais externos. Não caio na ingenuidade de conceber esta orientação como alheia aos actuais dirigentes. Chegou-se ao inenarrável ponto de só vermos a apresentação de candidaturas em outros canais, enquanto a BTV, à mesma hora, reproduz um qualquer joguinho de infantis numa qualquer modalidade (…) Lamentável é, ainda, que, embora não havendo cobertura eleitoral, tenha havido uns (felizmente poucos) comentadores residentes que não se coibiram de fazer indirectamente campanha pelo candidato que lhes vem pagando as avenças e os honorários.”, lamentou Bagão Félix.

Num texto disposto ao longo de seis pontos e escrito “livremente, sem dependências ou favores”, o economista disse não “desconsiderar” a candidatura de Rui Gomes da Silva mas limitou-se a comentar os feitos de Luís Filipe Vieira e as intenções de João Noronha Lopes, deixando de fora qualquer menção aos restantes candidatos. “Como sócio, estou muitíssimo grato a Luís Filipe Vieira pelos seus 17 anos de presidência do SLB. Foi, em primeiro lugar, o principal (embora não único) rosto da salvação do clube que, no princípio do século, estava desportiva, financeira e institucionalmente em acelerado risco de colapso”, começou por dizer Bagão Félix, enumerando depois vários pontos em que o atual presidente renovou e melhorou o clube, como o relançamento da formação, a criação da BTV, as duas finais europeias, o tetracampeonato nacional no futebol e a garantia de que o Benfica é agora “solvente e patrimonialmente valorizado”.

O antigo ministro elogiou ainda o discurso de anúncio de candidatura de Vieira, aplaudindo o facto de o presidente ter garantido que, em caso de ser eleito, este será o seu último mandato, antes de passar a Noronha Lopes. “Trata-se de um benfiquista integral e íntegro, foi vice-presidente de M. Vilarinho e creio que contemporâneo de Vieira no futebol, tem uma intensa experiência de gestão em ambiente global da economia, é uma pessoa eticamente respeitável e está na idade certa para conjugar maturidade, experiência, iniciativa e vitalidade. É, pois, um candidato, não para ter uns momentos fugazes de glória mediática, não guiado por um qualquer aventureirismo de ocasião, mas para poder ser vencedor agora, ou no próximo futuro. Li que Vieira e Noronha se encontraram e que o actual presidente terá convidado o agora seu concorrente para fazer parte da sua lista como putativo sucessor. Sabemos como, ao longo dos anos, Vieira tem sido um hábil negociador de expectativas, o que explica a incorporação nas suas equipas de sucessivos e, em alguns casos, incisivos ex-opositores. Entre outros, José Eduardo Moniz, João Fernandes Varandas, Fernando Tavares. Não vejo mal nisso, desde que não seja uma forma de unanimismo maquilhado, mas antes potencie uma mais sã convergência através da diferença”, pode ler-se no texto de Bagão Félix.

Noronha Lopes conta com apoio de quatro campeões europeus pelo Benfica: Simões, Ângelo, Cruz e Mário João

“Para esta minha opção, não nego que também tenho presente os danos reputacionais com que o meu clube se tem deparado por situações do foro judicial, ainda que não fazendo qualquer juízo sobre a sua justiça ou injustiça. Mas, espero, com sinceridade e amizade, que o actual presidente saia incólume das pendências (bem como o clube)”, termina o economista, que ainda destaca várias medidas presentes no programa eleitoral de Noronha Lopes. O candidato encarnado apresenta esta quarta-feira a lista às eleições do Benfica, agendadas para o dia 30 de outubro.

Já o próprio Noronha Lopes, em reação ao apoio de Bagão Félix, garantiu que “há muito” que se habituou a reconhecer no antigo ministro das Finanças “a paixão pelo Benfica e a intransigência na defesa dos interesses superiores do clube”. “Tenho por isso que agradecer-lhe o voto de confiança na ideia de futuro preconizada por esta candidatura e nas pessoas que a constituem. O seu apoio é fundamental e redobra a nossa energia nesta reta final da campanha”, disse o candidato encarnado em declarações ao jornal A Bola.