Os 27 países da União Europeia (UE) deram esta segunda-feira luz verde à aplicação provisória do acordo para a relação futura entre o Reino Unido e o bloco europeu após o Brexit, garantindo assim mais um passo para um soft Brexit a 1 de janeiro de 2021.

O anúncio foi feito pelo porta-voz da presidência rotativa alemã do Conselho da Europa, Sebastian Fischer, na rede social Twitter. De acordo com o mesmo, a votação foi unânime entre os embaixadores de cada um dos 27 países junta da UE.

A decisão levará à aplicação provisória do acordo anunciado a 24 de dezembro após longas negociações entre as duas partes. Esta foi a maneira encontrada para garantir a aplicação deste acordo na data limite (o Brexit está agendado para 1 de janeiro de 2021) antes de o Parlamento Europeu votar favoravelmente o acordo.

Esse é um passo obrigatório mas que muitos eurodeputados não estavam dispostos a apressar para já, alegando falta de tempo para rever o acordo (que tem 1.255 páginas) em menos de uma semana. A votação no Parlamento Europeu está agora prevista para fevereiro, em data ainda por agendar.

Paralelamente, o acordo terá também de ser aprovado na Câmara dos Comuns. A votação está agendada para 30 de dezembro, esta quarta-feira. Apesar das críticas que têm surgido a partir de alguns setores — tanto no Partido Conservador como no Partido Trabalhista, embora por razões diferentes —, a imprensa britânica dá como cenário mais provável a aprovação deste acordo.

Posso viajar para o Reino Unido? Sou emigrante, tenho de me registar? E as empresas? 16 respostas para perceber o impacto do Brexit