Estão escolhidos os primeiros cinco finalistas do Festival da Canção 2021. A primeira semifinal decorreu este sábado à noite, nos estúdios da RTP, em Lisboa. O evento, que decorreu sem a presença de público devido à pandemia do novo coronavírus, foi apresentado por Jorge Gabriel, Sónia Araújo e Inês Lopes Gonçalves.

Valéria, Karetus & Romeu Bairos, Black Mamba, Fábia Maia e Sara Afonso vão atuar na final do Festival da Canção, a 6 de março, também nos estúdios da RTP, em Lisboa. Pelo caminho ficaram Mema, Nadine, Miguel Marôco (um dos dois autores apurados para o Festival da Canção pelo concurso de livre submissão), Irma e Ian.

A votação seguiu o esquema 50/50, com o peso dos votos a ser repartido entre o público e o júri. Tal como no ano passado, as votações só serão reveladas após final, no site do Festival da Canção, seguindo o modelo da Eurovisão. Assim, os vencedores desta primeira semifinal foram revelados por ordem aleatória.

No ano passado, a canção vencedora foi “Medo de Sentir”, interpretada por Elisa e composta por Marta Carvalho, que integra o júri da edição de 2021. O tema deveria ter representado Portugal na Eurovisão, mas o festival foi adiado devido à pandemia do novo coronavírus. Este ano, o evento irá decorrer nos dias 18, 20 e 22 de maio. Devido à atual situação pandémica, as atuações dos participantes serão gravadas previamente e transmitidas durante o evento que irá decorrer em Roterdão, nos Países Baixos.

Elisa e Marta Carvalho vencem o Festival da Canção e estarão em maio na Eurovisão

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Além de Marta Carvalho, integram o júri do Festival da Canção 2021 o cantor NBC, que já passou pelo palco do evento; o também cantor Paulo de Carvalho, vencedor do Festival da Canção em 1974 e 1977; a fotógrafa Rita Carmo; a cantora Rita Guerra, que representou Portugal na Eurovisão em 2003 com o tema “Deixa-me Sonhar (Só Mais Uma Vez)”; e a apresentadora de rádio Vanessa Augusto.

Fique a conhecer os cinco finalistas e as canções que serão apresentadas na final:

“Na Mais Profunda Saudade”

Valéria

Valéria nasceu em 1997, em Alcains, em Castelo Branco. Apesar de jovem, tem já uma sólida carreira, ligada sobretudo ao fado, que descobriu aos 15 anos. Foi vocalista dos grupos aoFado, aoJazzandBlues, Looking for a name e Kardiac. Costuma cantar em casas de fado em Lisboa. Conta já com vários concertos dados nos palcos nacionais e estrangeiros, em países como Tunísia, França, Reino Unido, Canadá e Brasil. Em 2019, participou no álbum de homenagem ao cantor e compositor Arlindo Carvalho, seu parente, Soalheira canta Arlindo Carvalho.

A canção que apresentou este sábado, “Na Mais Profunda Saudade”, foi composta pelo fadista Hélder Moutinho.

“Saudade”

Karetus & Romeu Bairos

Os Karetus são os DJs e produtores Carlos Silva e André Reis. Apaixonados pela música eletrónica, são conhecidos pelos espetáculos intensos com sets que executam com recurso a um software especializado. Para interpretar a música que compuseram para o Festival da Canção, “Saudade”, convidaram Romeu Bairos. Nascido em São Miguel, nos Açores, Bairos começou a estudar música na infância, primeiro no Conservatório Regional de Ponta Delgada e depois no JB Jazz Clube. Em 2019, lançou o seu primeiro EP, Cavalo Dado.

“Love is on My Side”

Black Mamba

Os Black Mamba foram formados em 2010, por Tatanka, Ciro Cruz e Miguel Casais. O seu som percorre o universo dos blues, soul e funk. O primeiro álbum do grupo, e o seu primeiro grande sucesso, data de 2012. A primeira edição do homónimo Black Mamba esgotou nas lojas e atingiu o número um do top de vendas do iTunes. O segundo álbum de originais, Dirty Little Brother, que contou com a participação de vários artistas portugueses, como Áurea ou António Zambujo, foi também bem recebido pelo público e o seu lançamento acompanhado por uma nova digressão nacional e internacional.

Em outubro de 2018, editaram The Mamba King, mote para uma nova tour em 2019, que serviu para celebrar os dez anos de carreira da banda. O tema que apresentaram neste Festival da Canção, a balada “Love is on My Side”, foi composto pelo vocalista Tatanka, nome artístico de Pedro Taborda. Tatanka lançou em 2016 a sua carreira a solo.

“Dia Lindo”

Fábia Maia

Fábia Maia nem sempre soube o que queria fazer no mundo da música. Começou por fazer covers de rappers, que divulgou no Youtube, e durante muito tempo acreditou que o seu futuro estava aí. Em 2015, participou no álbum “Essência”, de Jimmy P, e nos anos seguintes lançou vários singles, como “VibeCerta”, “BarcelonaParis” e “Mybaby”. Durante a pandemia, diz ter descoberto o seu verdadeiro eu, que espelhou no EP de tom mais intimista, Santiago.

“Contramão”

Sara Afonso

Sara Afonso nasceu em 1991, em Faro. A música sempre fez parte da sua vida. Começou a cantar em concursos quando tinha 10 anos, quando teve a sua primeira professora de canto. Frequentou o Hot Clube de Portugal enquanto frequentava o curso de Artes e Humanidades, que acabou por abandonar dois anos depois, mudando-se para Casablanca, em Marrocos. Aí viveu durante três anos, regressando depois a Portugal para continuar os estudos no Hot Clube. Atualmente estuda na Escola Superior de Música, em Lisboa, dá aulas de voz e faz parte de uma banda de covers.

O tema que apresentou, “Contramão”, foi composto pelo pianista Filipe Melo, professor na Escola Superior de Música.