Frederico Varandas chegou a acordo verbal com Rúben Amorim e o treinador vai renovar contrato por mais uma temporada com o Sporting até junho de 2024. A informação foi revelada pelo comentador Rui Santos no programa Tempo Extra da SIC Notícias, devendo ser oficializada nos próximos dias pelos responsáveis leoninos, com essa curiosidade de fazer na próxima sexta-feira um ano que foi apresentado oficialmente em Alvalade.

Rúben Amorim quer um futuro mas não esconde passado: “Fanático do Benfica? Não. Sou profissional de futebol, sou fanático em ganhar”

Contratado ao Sp. Braga em março de 2020, tendo feito apenas um jogo pelo conjunto verde e branco antes da paragem de todas as competições. Ao todo, na época 2019/20, Rúben Amorim fez 11 encontros pelo Sporting, com seis vitórias, três empates e duas derrotas. Na presente temporada, em 29 partidas, leva 23 vitórias, quatro empates e duas derrotas, tendo assim neste fase uma percentagem de triunfos de 72,5% em 40 jogos.

Bruno de Carvalho, Benfica, Leonardo Jardim, oposição interna: a declaração de Varandas sobre Amorim, nas entrelinhas

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Depois de ter terminado a época de 2019/20 no quarto lugar, falhando na última jornada o pódio e a consequente entrada direta na Liga Europa, o Sporting perdeu no playoff de acesso à fase de grupos da prova europeia logo no arranque de 2020/21 mas está a bater recordes internos no Campeonato, conseguindo pela segunda vez terminar as 21 jornadas iniciais sem derrotas, com nove pontos de avanço sobre o segundo classificado, Sp. Braga. A equipa verde e branca ganhou também a Taça da Liga, sendo eliminado nos oitavos da Taça de Portugal.

Sporting tem segunda melhor defesa de sempre e igualou maior invencibilidade – e esse registo deu vitória no Campeonato

De acrescentar que, no novo vínculo, Rúben Amorim verá não só as suas condições salariais melhoradas mas também a cláusula de rescisão, que se encontra nesta fase dos 20 milhões, será aumentada. A boa campanha do Sporting tem valido um aumento crescente do interesse nas principais ligas no técnico, sobretudo em Inglaterra, mas o antigo treinador dos arsenalistas não estará nesta altura inclinado a ponderar propostas do estrangeiro.

Sporting deu 2,5 ME por ano a Rúben Amorim para o contratar ao Braga, revela António Salvador

Rúben Amorim foi contratado ao Sp. Braga pelo valor da cláusula de rescisão, dez milhões de euros, mais o valor do IVA, de 2,3 milhões. No entanto, e devido aos atrasos no pagamento das duas tranches previstas (uma até ao final de março de 2020, outra até setembro), o montante total vai subir para 12,1 milhões, correspondente a 1,5 milhões de multa por indemnização mais 600 mil euros de juros. No último Relatório e Contas da SAD verde e branca, referente ao primeiro semestre que fechou a 31 de dezembro, estão contabilizados sete milhões ainda por liquidar. Ou seja, na altura do segundo acordo com os minhotos, em setembro, foram pagos 2,5 milhões, a que se juntaram até ao final mais 2,6 milhões. O montante em falta será liquidado na totalidade até junho deste ano.

Sporting chega a acordo com Sp. Braga para fazer pagamento de Rúben Amorim em prazos diferentes