Fechar e investigar. Foi isso que o governador do Texas, Greg Abbott, pediu ao governo federal dos Estados Unidos. No imediato, o republicano quer ver encerrada uma instalação temporária de acolhimento de menores, onde são mantidas dezenas de crianças migrantes que entram desacompanhadas no país, após ter recebido queixas de abuso e negligência.

Abbott, que denunciou o caso durante uma conferência de imprensa na quarta-feira, já ordenou ao Departamento de Segurança Pública do Texas e aos Texas Rangers que investiguem os alegados crimes que terão acontecido em instalações administradas pelo governo federal, instaladas no Freeman Coliseum, em San Antonio. Esta sexta-feira, enviou uma carta a Kamala Harris, a vice-presidente da Administração Biden, exigindo o fecho das instalações para menores desacompanhados.

As queixas, esclareceu o governador republicano enquanto falava aos jornalistas, incluem denúncias de agressão sexual, de falta de pessoal para acompanhar os menores, de crianças a passar fome durante o dia e ainda de crianças Covid positivo que não são isoladas das que tiveram resultado negativo.

Na conferência de imprensa, o governador não forneceu mais detalhes sobre as alegações.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Já no Twitter, Abbott escreveu que os relatos “são inaceitáveis” e que a Administração Biden deve encerrar o centro temporário e proteger as crianças.

Na carta enviada a Kamala Harris, o republicano relata que há uma crise humanitária em curso na fronteira dos EUA, consequência da “desastrosa política de fronteiras abertas” e da falta de capacidade “para planear o influxo de menores desacompanhados”.